PROPOSTA DE SUBSÍDIO DOS MILITARES ESTADUAIS ENTREGUE AO GOVERNO DO RN

Vejam a seguir, a proposta de subsídio dos Policiais e Bombeiros Militares que foi entregue ao governo do Rio Grande do Norte. Clique AQUI.

No último dia 14, o Comando da Polícia Militar, juntamente com representantes das associações de policiais e bombeiros militares, entregaram ao Secretário de Segurança do Estado, Aldair da Rocha, a proposta que institui o sistema remuneratório por meio de subsídio para os militares estaduais.


Entenda melhor o subsídio, conforme explica Soldado Glaucia.

A proposta encaminhada ao Governo do Estado, através de seu Secretário de Segurança e da Defesa Social, institui a modalidade de remuneração por subsídio para os militares do Estado, incluindo-se os militares da ativa, inativos e pensionistas. Remuneração esta que deverá ser revista no mês de maio de cada ano e seus efeitos financeiros incidirão em 1º de setembro do mesmo ano.

A proposta prevê ainda a progressão horizontal para os militares estaduais, para os quais incidirão um percentual de 3% para cada passagem de nível, a qual ocorrerá a cada três anos, podendo chegar até o nível 10, ou seja, com tempo igual ou superior a 27 anos de serviço ativo na Corporação.

As diárias, ajuda de custo, auxílio-uniforme, auxílio doença, auxílio-ensino, auxílio-funeral e seguro de vida não estão incluídos na remuneração do subsídio, sendo consideradas verbas de caráter indenizatório.

Outra novidade na proposta enviada ao Governo do Estado é a fixação como vantagem o seguro de vida por morte em serviço ou por invalidez em acidente de trabalho, uma vez que é grande o número de policiais militares acidentados em serviço ou que morrem ao defender os direitos constitucionais dos cidadãos. A proposta institui o valor de R$ 15 mil em caso de morte em serviço e de R$ 7,5 mil em caso de invalidez total por acidente de trabalho, os quais poderão ser pagos por qualquer uma das situações:

  • por fato relacionado com as atribuições do cargo;
  • em decorrência de agressão sofrida no exercício regular de suas atribuições funcionais;
  • por situação ocorrida no percurso da residência para o trabalho ou vice-versa, desde que ligada diretamente à atividade exercida;
  • em treinamento;
  • em represália por sua condição de militar estadual.

O subsídio estabelece a diferença em percentuais com referência do subsídio de maior posto, ou seja, tomando por base o subsídio do Coronel PM. Para o Soldado PM/BM o subsídio será fixado em 20% sobre subsídio do Coronel PM/BM.

Fonte: Soldado Glaucia

15 comentários:

  1. 20% para soldado - Isso é uma absurdo! quem trabalha mais?

    ResponderExcluir
  2. O Governo tem até quando pra dar uma resposta?

    ResponderExcluir
  3. a mulher não deixar não ficar com 20% não.

    ResponderExcluir
  4. Mais é sempre assim, quem mais trabalha menos recebe. Agora quando é para os nossos governantes aumentarem seus salarios, nao demora nem um dia.
    Mais existe um dito popular que diz "quem tem besta nao compra cavalo", entao enquanto a classe submissa nao se der conta de que com a uniao de todos pode se sobressair contra a classe dominante que é minoria isso sempre vai acontecer.

    ResponderExcluir
  5. se isso passar não será so um avanço representará uma revolução em toda estrutura militar......

    ResponderExcluir
  6. Graças a Deus tenho os pés no chão e sei que nunca na vida será aceita essa proposta pela tal governadora, já que ela não tá nem aí para quem faz greve, imagine para quem não pode fazer.Eu tenho a sensação que ela tá dormindo pq não vejo reação de nada e isso é que me faz acreditar que tá tudo parado e não vai andar nunca. Pessoal!!! acho que o rio grande do norte vai ficar depois do país de mossoró. Obs; e pegue chuva de bala.

    ResponderExcluir
  7. Gostei da piada. Depois contem outra, pq esse plano ai, não passa nunca. Sonha, coração...
    kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Cada nação,estado ou municipio tem a policia que merece.Esse 20% é brincadeira então vamos brincar de policia.

    ResponderExcluir
  9. Cada nação,estado ou municipio tem a policia que merece.Esse 20% é brincadeira então vamos brincar de policia.

    ResponderExcluir
  10. NAQUELE TEMPO DA GOVERNADORA WILMA DEU UM AUMENTO DE 100 REAIS PARA O SOLDADO , NIMGUÉM CRITICOU OU SIMPLESMENTE SE CONFORMOU, HOJE COAGITA UM AUMENTO DE 1600, E AINDA TEM GENTE QUE CRITICA , SERIA BOM QUE A GOVERNADORA DISSE QUE NÃO PODERIA DAR NEM 2OO REAIS , AI , SIM EU QUERIA VER ESSES QUE CRITICAM SE TERIAM CORAGEM DE PELO MENOS PARTICIPAREM DAS ASSEMBLÉIAS. AINDA DIGO MAIS A POLICIA TEM O SALÁRIO QUE MERECE , POIS NEM DEZ PORCENTO DE SEU EFETIVO NÃO PARTICIPA NEM SE QUER DAS REUNIÔES DE SEUS INTERESSES PRÓPRIOS COMO É QUE QUEREM GANHAR BEM? E CRITICAR AS ASSOCIAÇÕES QUE MUITAS VEZES ESTÃO SOZINHAS LUTANDO POR TODOS, PO QUE SIMPLESMENTE OS COMPANHEIROS NÃO COMPARECERAM AS SOLICITAÇÕES DE COMPARECIMENTO AS REUNIÕES. VEJAM A CIVIL UM EFETIVO PEQUENO , MAS PARTICIPATIVO ,SEM PREGUIÇA, PELO MENOS PARA TRATAREM DE SEUS INTERESSES , QUE É O AUMENTO SALARIAL DELES. E AINDA DIGO MAIS, MUITOS PMS AINDA ERAM PARA PAGAR O ESTADO PARA VESTIR A FARDA , PORQUE SÓ PRODUZ PRA SI PRÓPRIO. SOU PRAÇA TAMBÉM.

    ResponderExcluir
  11. Amigos vcs estão pensando em ser sds para sempre, já olharam o valor do cb e do sgt , vamos brigar por esse valor e pelo estatuto , que é tão importante quanto.

    ResponderExcluir
  12. sabe quando esse subsidio sai? nunca!
    e sabe quem é o culpado? a gente!
    ou a pm pára de vez suas atividades ou o governo vai acabar com a pm.

    ResponderExcluir
  13. Eu acho que se a gorvenadora desse a mesma porcentagem dos PMs que comparecem as reuniões seria de bom tamanho, eu acho um absurdo os PMs ficarem falando besteira na internet e não participarem das coisas que é do seu própio interece.
    estou indignado não com a PM ou o governo e sim com os meus companheiros que só sabem teclar e nada mais.
    Vamos a luta aí sim conseguiremos essa proposta!!!

    ResponderExcluir
  14. Acredito piamente que a governadora do RN irá se esforçar o máximo para dar uma resposta satisfatória a classe PM, no entanto ela certamente irá discordar da disparidade existente na Tabela Escalonada em que distancia em muito a renumeração do Soldado a todos os demais postos e graduações acima. Creio de será possível manter o indice e valor inicial, rebaixando os valores descritos acima na Tabela, com outra possibilidade de parcelamento dos referidos valores entre 4 ou 5 anos subsequentes.

    ResponderExcluir