POLICIAIS CIVIS AINDA NÃO CUMPREM COM DETERMINAÇÃO DE 50% DO EFETIVO

Os policiais civis em greve ainda não aumentaram o efetivo, mesmo após a determinação de que pelo menos 50% da categoria retorne ao trabalho, expedida sexta-feira (10) pela Justiça do Rio Grande do Norte.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol), Vilma Marinho, ainda não houve modificação na quantidade de profissionais que está trabalhando pela decisão dos rumos da greve só poder ser tomada em assembleia. A discussão entre a categoria deverá ser realizada na manhã da próxima segunda-feira (13).

Mesmo com a determinação de um aumento no efetivo nas ruas durante a paralisação, Vilma Marinho considera a decisão positiva. “A Justiça não viu ilegalidade na greve, não determinou corte no ponto dos profissionais e isso foi um reconhecimento de que o nosso movimento é legítimo”, avalia.

A presidente do Sinpol diz que o efetivo policial que está atuando no Rio Grande do Norte já é superior aos 30%, mínimo exigido por lei durante greves, e garante que os atendimentos inadiáveis estão sendo realizados. De acordo com ela, há 10 delegacias regionais distribuídas no interior do estado e outras duas em Natal, que permanecem com expediente normal, mesmo durante a paralisação.

Com a greve, que teve início em 17 de maio deste ano, os policiais Civis buscam implementar o enquadramento da categoria conforme a lei 417/2010 (Lei dos Planos de Cargos, Carreira e Salários), mas o Estado alega não ter como cumprir este enquadramento de imediato, por estar fora dos limites permitidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal para conceder qualquer reajuste ou vantagem para o funcionalismo público.

Fonte: nominuto.com

4 comentários:

  1. será que não cabe recurso ?

    tudo na JUSTIÇA tem RECURSO só porque é GREVE não vai ter ?

    ResponderExcluir
  2. para acabar com essa greve se brincar o governo vai da remuneração do Pm para da ao policial civil. e a Pm ianda vai aceitar?

    ResponderExcluir
  3. Realmente a Polícia Civil luta por algo conquistado votado e aprovado, está mais do que certa! Só que ao contrário dos Bombeiros do Rio não contam com o apoio maciço da população, por que será? Será que é pelo péssimo atendimento que é prestado nas Delegacias? Será que pelo atendimento deficitário que prestam a população, o povo nem percebeu que estão em greve? Conversei com algumas pessoas e é quase unanimidade a falta de dedicação da maior parte da PC em relação ao seu trabalho, se a parte física é uma porcaria poderiam melhorar o atendimento pessoal, se o pessoal é insuficiente, os que trabalham poderiam fazer as coisas direito. Faz pouco mais de um mês que levei 01 bandido até a plantão para ser autuado (pela equipe preguiça), no outro dia o cara estava solto, o DEL. simplesmente não autuou o meliante, não sei se é preguiça, incompetência, má vontade, ou outra coisa do gênero, o certo é que se prestassem (ou pelo menos tentassem) um serviço digno a população teriam o apoio da mesma,... enquanto isso não acontece, apenas lamentem e procurem mudar sua forma de trabalho! Existem bons profissionais, embora poucos, na Polícia Civil. ALÉM DA POPULAÇÃO, OS PMS QUE EFETUAM PRISÕES E AS CONDUZEM AS DELEGACIAS, POR MUITAS VEZES SÃO MAL TRATADOS, FICAM AGUARDANDO A BOA VONTADE DE QUEM DEVERIA PELO MENOS FAZER O BÁSICO, SERÁ QUE O POVO SENTE SAUDADES DE ALGUMA COISA?

    ResponderExcluir
  4. Da mesma forma em que a Governadora não vem cumprindo a determinação do MP em convocar os aprovados no concurso, os policiais civis nao tem obrigação de voltar

    ResponderExcluir