MAIORIA DOS BOMBEIROS PRESOS SÓ VAI FALAR EM JUÍZO

O corregedor da Polícia Militar, coronel Ronaldo Menezes, informou na noite deste sábado (4) que os 439 bombeiros presos após a invasão ao quartel central da corporação, no Centro do Rio, estão sendo ouvidos, qualificados e autuados. Ainda segundo o coronel, a maioria dos presos afirma que só falará em juízo.

Os bombeiros estão acompanhados por representantes das comissões de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário