'EU ERREI QUANDO CHAMEI ELES DE VÂNDALOS', DIZ CABRAL SOBRE BOMBEIROS

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, afirmou, em entrevista à rádio CBN, na manhã desta quarta-feira (29) que é a favor da anistia aos bombeiros presos após a invasão ao quartel central do Corpo de Bombeiros, no dia 3 de junho. "Eu errei quando chamei eles de vândalos. Eles erraram, se comportaram mal (na invasão do quartel), mas é uma instituição muito querida da população. Estou fazendo minha mea-culpa. A anistia vai ao encontro desse desarmamento de espírito", disse o governador.

Os deputados da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovaram, na noite de terça-feira (28), o projeto de lei 644/2011, que concede anistia administrativa aos mais de 400 bombeiros e a dois PMs presos. Isso significa que eles não poderão ser punidos pela corporação.

O projeto de lei foi aprovado por unanimidade pelos 60 deputados presentes e seguirá para sanção do governador Sérgio Cabral, que já prometeu sancioná-lo, segundo o presidente da Alerj, deputado Paulo Melo (PMDB).

Projeto de anistia
Em nota oficial divulgada na noite desta terça-feira, a Alerj informou que o projeto de lei 644/2011 é de autoria de 50 deputados. Os 12 deputados estaduais da base apelidada de "pró-bombeiros" não foram incluídos na autoria do projeto, o que causou insatisfação ao grupo. Antes da votação, os deputados da base governista trocaram farpas com os representantes da oposição.

Fonte: G1

2 comentários:

  1. O quê uma dezena de milhares de votos em jogo não faz.... esse governador teve que se curvar ao povo e aos bombeiros

    ResponderExcluir
  2. A boca fala o que o coração está cheio Sr Governador, o Senhor expressou simplesmente a forma como o senha via os Bombeiros e policiais q ali estavam, reivindicando um salário justo e não essa miséria q o senhor paga.
    A anistia é mais q justa, e mais justa ainda será o dia em q a nossa PEC 300 for aprovada.

    ResponderExcluir