DESMILITARIZAR RESOLVE O QUÊ?

Um eventual processo de desmilitarização das polícias possivelmente traria alguns benefícios, como a possibilidade de criação de sindicatos (apesar de muitas vezes eles serem corrompidos por interesses político-financeiros), maiores chances de manifestação diante da sociedade e imprensa, entre outros impeditivos tipicamente militares. Contudo, é preciso deixar claro que certos problemas não seriam resolvidos, o que alguns teimam em não perceber.

Vejamos, o que a doutrina militar prega é a disciplina, seja através dos cuidados na apresentação pessoal, a pontualidade, respeito à hierarquia, patriotismo… Há algo de errado no culto a tais valores? Vê-se que não, o problema é a distorção que leva ao aproveitamento desse sistema para a prática de atos indevidos.

Você que se queixa de ser aplicado em escalas que ultrapassam a carga horária mensal, acha que quem faz isso é uma pessoa de carne e osso ou uma insígnia de patente? Se ele(a) fosse chamado de gerente/inspetor/supervisor, faria de outro jeito? Quem deixa de lhe conceder direitos como licença prêmio, diárias etc, são oficiais superiores ou é um determinado homem/mulher que tem RG, CPF, rosto, foto, matrícula etc?

Ora, a prática de certos abusos não se restringe ao ambiente militar, acontece também em muitas outras corporações civis, enquanto em outras é bem menor, graças à cultura institucional e à escolha de bons gestores para administrar. O regulamento militar prega justamente o oposto a isso, não há estatutos referendando práticas dessa natureza.

Ou seja, talvez fosse melhor (re)militarizar as polícias, e mais do que isso, moralizar a gestão delas, para criar uma aura de ordem e progresso, como se encontra facilmente em empresas privadas de renome. A existência da confusão que considera militarismo como sinônimo de opressão e abuso se justifica por haver pessoas que encontraram condições para assim proceder, pela falta de caráter próprio ou de correição institucional ou externa. Se ele fosse realmente seguido, certas queixas não seriam ouvidas.

Compare a estrutura do seu quartel com a de outro equivalente das Forças Armadas, observe o plano de carreira dos militares federais, e veja se o mal está mesmo nessa qualidade que carrega.

Escrito por Victor Fonseca, oficial da PMBA
Fonte: Abordagem Policial

12 comentários:

  1. esse pensamento é de uma grande minuria. quem já viu um policial civil ou um PRF fazer concurso para a PM? e quem já viu um Pm fazendo concursos para esses mesmos orgão? os motivos estão entre as remunerações e o militarismo.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza a desmilitarização da PM resolveria muitos problemas, não resolveria todos pois isso seria impossível! Vemos em nosso meio policiais que são a favor da desmilitarização na hora de receber ordens, na hora de dar ordens seguem ao pé da letra os itens de repressão do nosso regulamento arcaico, então vemos que isso não é o que realmente querem! É certo afirmar que após esse processo e com administração eficiente a polícia iria dar um grande salto, pois seria mais fácil fiscalizar os maus policiais (desligando da corporação se necessário) e bem mais fácil identificar os bons policiais (promovendo se for o caso), bem ao contrário do que vemos hoje, para a maioria dos oficiais apenas os seus motoristas são dignos de alguma confiança,... Enquanto somos massacrados nas ruas por uma população mal-educada pelo Estado, que prefere calar-se perante o errado do que procurar trabalhar lado a lado com a justiça. Não é de se admirar, estamos todos os dias prendendo os irmãos, filhos, pais, amigos, entre outros, todos fazem parte dessa população! Com certeza a desmilitarização não é nenhuma descoberta científica, mas sem dúvidas nenhuma seria uma “Revolução Industrial” para o meio policial.

    ResponderExcluir
  3. Para isso temos que mudar nossos pensamentos! Trabalho no 1ºBPM e já ouvi reuniões de graduados para colocar os soldados comandando VTRs, enquanto muitos ficam em postos, se esquivando da sua real função, já trabalhei com graduados que se recusam a fazer abordagens por medo de se encontrar com o abordado na folga, ou com medo de pegar flagrante na passagem de serviço (como melhoraremos nossa imagem mediante a visão conturbada que a população tem de nós?)! É complicado, vemos recentemente o caso dos bombeiros no Rio e como a população os apoiou de forma veemente, eu LANÇO O DESAFIO: tentemos nós fazer algo parecido! Na minha opinião somos considerados semi-bandidos pela população, enquanto não houver uma descriminalização das polícias, seremos considerados inaptos para lutar pelo que é nosso por direito, DIGNIDADE, RECONHECIMENTO, CONFIANÇA! Depois disso podemos fazer greve todos os dias que a população estará ao nosso lado!

    ResponderExcluir
  4. pq será q funciona(e bem) a polícia e o bombeiro desmilitarizados nos EUA,europa,japão entre outros?o Brasil não está as portas de entrada do grupo dos países desenvolvidos,sendo assim teriamos também as condições de implantarmos o mesmo sistema(moderno,humanizado e civilizado de tratar e ser tratado).

    ResponderExcluir
  5. Não sei porque não estou surpreso, mas tinha que ser uma reflexão oriunda de um Oficial que nem de longe sabe a realidade das camadas mais baixas de uma corporação. Como está no topo da hierarquia, não tem idéia das dificuldades que enfrentam os ditos "pracinhas".

    Diz a Constituição que às Polícias Militares, organizadas pelos Estados e pelo Distrito Federal, cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública. Elas são, portanto, serviços públicos essenciais, ligados à manutenção da ordem pública interna, sendo de sua responsabilidade uma constante ação de vigilância e prevenção, devendo fazer-se visíveis dia e noite, a fim de impedir a existência de situações que sejam propícias à quebra da ordem legal e à ofensa aos direitos que ela consagra.

    Então em algum momento esse mesmpo oficial se digne em ler nossos comentários, veja:

    A função das Polícias Militares é prestar serviços ao seu próprio povo e não enfrentar inimigos. Já o fato de estar instalada em quartéis e ser, por isso, de difícil acesso, afasta essas polícias do povo, da sociedade. A par disso, a graduação militar de seus membros e o uso de fardamento militar, em lugar de um uniforme civil, lembram muito mais um exército do que uma polícia, sendo também um fator de distanciamento, e até mesmo no mode de se prestar o serviço, que não é de segurança pública como deveríamos, mas de guarda, quer seja a bordo de viaturas ou a pé, ou ainda em qualquer modalidade.

    O Professor Jurista Dalmo Dallari diz: "Seria injusto negar que essas polícias têm dado contribuição positiva para a segurança pública no Brasil, mas seria também fugir à realidade não reconhecer que grande número de problemas graves de segurança pública, inclusive violência e corrupção, têm origem no caráter militar, absolutamente impróprio, dessas corporações".

    Mediante o exposto, creio que não precisamos mais tentar enganar o óbvio, temos que começar a encarar que DESMILITARIZAR AS POLÍCIAS é no mínimo passar a página do passado, ou seja, evoluir.

    ResponderExcluir
  6. A policia só é militarizada para ajudar manter o sistema de falta de investimento na segurança pública. para não investir e consequentemente desviar verbas a classe política compra o auto escalão da polícia com vários benefícios e estes usam o regulamento para abafar reivindicações as quais trariam inumeros beneficios para a sociedade.

    ResponderExcluir
  7. O texto é puro engodo!

    não passa de um ponto de vista de alguém que se beneficia com o militarismo.
    a manutenção do status quo e do autoritarismo e totalmente amparada pelo militarismo que por suas vez legitima as arbitrariedades e usurpa os direitos dos praças em geral.

    O MILITARISMO TEM QUE ACABAR, MELHOR EXEMPLO DISTO SÃO OS BOMBEIROS DO RIO!

    FIM AO MILITARISMO POLICIAL JÁ!

    ResponderExcluir
  8. alguém pode me responder porque é taõ dificil a desmilitarização da Pm e do BM. o STF já declarou que o serviço da PM é civil e não militar. militar ficando apenas com as forças armadas federal.

    ResponderExcluir
  9. alguém pode me responder porque é taõ dificil a desmilitarização da Pm e do BM. o STF já declarou que o serviço da PM é civil e não militar. militar ficando apenas com as forças armadas federal.

    ResponderExcluir
  10. ESSE COMENTARIO SÓ PODIA SER DE OFICIAL,QUE GRAÇAS A DEUS TEM UM PLANO DE CARGO E CARREIRA,QUE VAI SÓ ESPERAR AS PROMOÇÕE.PARA MIM RESOLVERIA MUITA COISA,A PRIMEIRA ERA QUE MINHA FAMILIA NÃO IA ESTA O TEMPO TODO ME PERGUNTANDO QUANDO EU SER PROMOVIDO, POIS É JA FAZEM 18 ANOS DE POLICIA NA(RUA)E ATÉ AGORA NADA, NEM PREVISÃO, DE SER PELO MENOS CABO.

    ResponderExcluir
  11. Por unanimidade e visivel a rejeição total ao obsoleto sistema Militar das Policias!

    Militarismo só legitima Abusos!!!
    Fim do Militarismo Já!!!

    ResponderExcluir
  12. É realmente para o senhor que é oficial deve ser muito ruim perder o poder divino atribuido por deus, mas o senhor sabe que chegerá ao menos a major dentro de um gabinete com ar condicionado assinando punições, ruim é a situação do responsável pelo policiamento ostensivo preventivo fardado ou está escrito diferente na constituição? que pelo que sei a polícia não valoriza quem faz trabalho que a constituição determina, pelo contrário quem merece promoção é quem está no gabinete ou segurando mala de político, mas devo estar mentindo não é? pois bem senhor, o pracinha que se arrisca nas viaturas nas quais os senhores fazem a manutenção "perfeita" não sabem nem se chegam vivos em casa.

    ResponderExcluir