AS POLÍCIAS DE PALETÓ E AS POLÍCIAS DE FARDA

Por Danillo Ferreira

Assistindo a uma novela da maior emissora de televisão do Brasil, e uma das maiores do mundo, a Rede Globo, em dado momento uma personagem desacatava um delegado da Polícia Federal, que cumpria um mandado de busca e apreensão em sua residência, dizendo que era para ele prender “mendigos” na rua, e não importuná-la em sua casa, uma mansão de um grande banqueiro.

Surpreendeu a resposta do delegado na novela, pelo menos para nós, policiais, que disse que “não era guarda municipal ou policial militar” para fazer este tipo de coisa. A cena novelesca nos permite diagnosticar a visão que a sociedade possui das polícias brasileiras.


De fato, as polícias militares e guardas municipais costumam lidar com a parte menos favorecida da sociedade, os descamisados, “mendigos”, como disse a personagem. As instituições policiais fardadas enfrentam o crime das ruas, o tráfico de drogas das periferias, as desordens e conflitos cotidianos.


Muitas vezes, os próprios policiais tornam este tipo de trabalho um fetiche particular (lembrando o documentário Notícias de uma Guerra Particular), deixando inclusive de lembrar que o crime, qualquer que seja ele, também pode ser cometido pelos abastados. E que a probidade existe em larga escala entre os pobres. Acabamos contribuindo para a classificação de “polícia dos pobres”, e precisamos refletir até que ponto não somos, de fato.

A Polícia Federal e as polícias civis são melhores remuneradas que as PM’s em praticamente todo o Brasil. Principalmente pela proibição de reivindicação, e pelo efetivo maior das militares, a idéia de elite policial acaba se confundindo com a idéia de elite financeira. Isto se dá também na esfera tenebrosa da corrupção, onde o policial civil ou federal corrupto tem a oportunidade de achacar criminosos participantes de grandes quadrilhas, enquanto o policial militar corrupto tenta se favorecer circunstancialmente, dum motorista sem habilitação, por exemplo.

É mais ou menos daí que surge a diferenciação entre a polícia dos pobres e a polícia dos ricos, a polícia de farda e a polícia de paletó e gravata. Daí vem o interesse das pessoas perguntarem se a polícia civil ou federal tem mais “moral” que a polícia militar. Lendo “moral” como privilégios, tal como salários dignos e direito a se manifestar, diria que sim, mas se “moral” estiver no sentido ético, diria que lá e cá temos nossos percalços.

Fonte: Abordagem Policial

9 comentários:

  1. Já dizia o saudoso Paulo Autran: "Novela emburrece!". Nas novelas massacram os policiais, massacram a família brasileira, mostra-se realidades que não condizem com a verdade das celas brasileira, querem transformar cenas grotescas de homossexualismo como se fosse o cafezinho da tarde... Sem falar da impresa que muitas vezes configuram manchetes a situações envolvendo a polícia sem provas dos fatos...

    Até quando vamos ficar dando ibope àqueles que não tem o mínimo de respeito aos honestos operadores de segurança pública?!

    ResponderExcluir
  2. rsrs...isso é apenas mostrando parte da realidade, nada diferente do que acontece no nosso "PAÍS", quem trabalha mais ganha menos. um trabalhador rural, trabalha o dia inteiro, 7 dias por semana, para no final do mes receber R$ 545,00, ou menos, e um presidiario que cometeu crimes barbaros, recebe mais do que isso por filho. sem contar que nao tem gastos com alimentação e nem hospedagem. ESSE É O PAÍS DO HUMOR GENTE...RSRS...

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho um pensamento igual ao de Amanda Gurgel professora que chutou o pau da barraca em audiência pública na AL.eu assisti a parte citada e acrescento um pouco, a citada atriz relamava realmente da situação mandando também que eles os policiais fossem também prender os motoristas embriagados que pagavam propinas aos policiais e a resposta do delegado matou:EI PERAÍ EU NÃO SOU GUARDA MUNICIPAL E "MUITO MENOS" POLICIAL MILITAR,ou seja a nós policiais estamos atráz da guarda municipal, agora isso uma entidade com quase dois séculos de fundaçao, que orgulho tem um praça em comemorar o aniversário de uma corporação como a pm que só olha para os oficiais eles sim, mais nós os praças é só serviço será que os gestores da policia militar não enxergam isso, eles OS GESTORES É QUE DEVIAM SE ENVERGONHAR DO NOME DA POLICIA MILITAR ESTÁ SERVINDO DE CHACOTA EM MÍDIA NACIONAL E HORÁRIO DE MAIOR AUDIENCIA, eu sou um soldado com 14 anos e vivo apertado finamceiramente mais tenho minha dignidade, quem gere é quem tem a responsabilidade de valorizar os seus comandados e se preparem que se não tomarem providencia vai piorar um pouquinho, eu vou é pegar o beco e não ficar em uma classe super dividida que com o egoísmo dos oficiais desprezam o resto da tropa ou seja seus escravos...

    ResponderExcluir
  4. nunca a v a globo fazer chacota com a magistratura ou com o ministerio publico.. so faz com delegado com guarda muncipla ou com a PM..porque será...

    ResponderExcluir
  5. desmilitarização já

    ResponderExcluir
  6. ao ANÔNIMO que se referiu a Prof Amanda Gurgel...
    A PM foi toda posta ao ridículo, mas vc culpa somente os Oficiais pela situação?
    Não vejo dessa forma. Estou igualmente abalado, mas não ponho a culpa em nenhum de nós integrantes. Não são os Oficiais que pagam os seus salários, nem os desrespeitam. São seus governantes. São os que VOCÊS MESMOS ELEGERAM. A CULPA É SUA TAMBÉM. E MINHA. DE TODOS NÓS.
    Quer sair? boa jornada. Não precisamos de autofágicos em nosso seio. vá embora. e boa sorte. Vou tentar mudar esse quadro. Espero sucesso a todos que permanecerem comigo. Valorizo a honra dos valentes.

    ResponderExcluir
  7. Isso é conversa de oficial,se doeu o útimo anônimo,acaba viu.

    ResponderExcluir
  8. Na verdade a mídia não mostra o que o povo pensa, e sim o que a elite neoliberal quer que o povo pense.
    Essa é a função da mídia no contexto capitalista.

    ResponderExcluir
  9. ja não chega as brigas fora, agora até a própria "PM" está se dividindo em oficiais e praças.que vergonha.será que a PEC merece ser aprovada?numa colméia tem soldados, operarios, rainha, todos trabalhando para um único fim.se não conseguimos ao menos imitar o trabalho dos insétos, como poderemos unificar essa bela PMRN.
    EU VOU CONTINUAR FAZENDO O MEU TRABALHO, NÃO IMPORTA O QUE A GLOBO,SBT,RECORD OU OFICIAIS E ATÉ PRAÇAS FALE OU PENSE.TEM ALGUÉM LÁ FORA PRECISANDO QUE EU CUMPRA COM O MEU DEVER.MEU DEVER!...

    ResponderExcluir