SARGENTO REGINA E A CEI DOS ALUGUÉIS

Sargento Regina
Aparentando ser o membro mais interessado entre os três que compõem a CEI dos aluguéis, a vereadora Sargento Regina anunciou que já providenciou cópias de toda a documentação que usou para propor as investigações e vai entregar a todos os vereadores da Câmara. O Ministério Público já recebeu as cópias, segundo disse.

A pedetista já teria conversado com o presidente da Câmara Edivan Martins que se dispôs a oferecer toda a assistência necessária para os trabalhos. “Vamos providenciar uma sala, solicitar uma secretária e também técnicos seja ao CREA, à Universidade Federal, enfim, e o presidente Edivan já sinalizou que está a disposição”, afirmou.

Ela disse que sua assessoria jurídica e a dos vereadores da bancada oposicionista estão à disposição também, além disso, os contratos devem ser analisados um a um, para que se comece a convocar as pessoas para prestarem esclarecimentos à comissão.

Segundo Regina a prefeitura gasta R$ 540 mil por mês em contratos de aluguéis de 110 imóveis. Em 41 destes, estão instaladas casas de passagem e outras unidades da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social. Escolas e anexos da Secretaria de Educação ocupam 32 e a Secretaria de Saúde tem postos de saúde em mais 26 imóveis alugados. Também se gasta em contratos para as sedes da SMS, SME, Arsban, Seturde, Sempla, Urbana, Procuradoria Geral do Município, Semtas, Segelm e Natalprev.

As suspeitas de irregularidades não se baseiam apenas na quantidade de aluguéis. Sargento Regina e os outros sete vereadores que assinaram o requerimento pedindo a abertura da CEI denunciam o abandono de prédios públicos onde funcionavam escolas e outros órgãos, como antigos prédios da unidade de saúde Sandra Celeste, na Bernardo Vieira e o da Semurb, na Ribeira.

Além disso, há a suspeita de superfaturamento no preço de alguns contratos, como o do Novotel, onde estão as sedes da Secretaria de Saúde e de Educação, por cerca de R$ 100 mil.

Fonte: Novo Jornal

Nenhum comentário:

Postar um comentário