PROPOSTA DE SUBSÍDIO DOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES DO RIO GRANDE DO NORTE

Os policiais e bombeiros militares do Rio Grande do Norte esperam do governo um pronunciamento sobre as reivindicações da categoria.

Em assembleia geral unificada realizada no último sábado (21), a categoria decidiu intensificar a cobrança pela aprovação do novo Estatuto dos Militares Estaduais, a criação do Código de Ética e principalmente do subsídio.

A próxima assembleia da categoria acontecerá no dia 18 de junho, no auditório da CEMURE, e caso a resposta não seja satisfatória os policiais e bombeiros militares prometem realizar ações mais rígidas contra o governo.
“Para que as reivindicações sejam atendidas, é necessária a participação de toda a categoria, e os militares do Rio Grande do Norte estão unidos em favor dessas melhorias, ou seja, nós estamos determinados a ir até o fim ”. CABO HERONIDES
Vejam a proposta de subsídio:

21 comentários:

  1. eu não entendo essa tal tabela pq eu já vi uma outra com valores diferente do cel ão sd, ou seja um SD ficaria c/valores entre 3,700.00, já apareceu essa e com esses valores que jamais.se analisarmos bem, não seremos atendidos. por isso fica uma pegunta p/ vcs que dizem nos representar. vcs estão brincqando conosco? falem logo que não tem coragem p/pará, e vamos ser coerentes pq esse gov aí jamais vai aceitar esses valores, dinheiro tem mas eles vão alegar um monte de mentiras p/ não nosa tender.

    ResponderExcluir
  2. Talvez se vc for na próxima assembléia em vez de ficar só lendo blog,tenha certeza do que está sendo reivindicado pela "categoria" que realmente se interessem em ser valorizada, pelo o que representa pra familia e sociedade. desculpa! ars é que ñ suporto mais comentários péssimistas que só ajudam aos que nos quer desunidos.

    ResponderExcluir
  3. O subsísio é importante, mas temos que colocar o estatuto e o código de ética em primeiro lugar. Temos que ser ótimistas pois de pessimistas o mundo está cheio. Policiais vamos fazer algo sério sem politicagem para o bem comum de toda a instituição policial.

    ResponderExcluir
  4. elias pereira, primeiro vc nem mim conheçe para sair falando que não vou nas assembleias, e segundo se faltei essa é pq estava trabalhando.e todos sabemos que vcs, falo vcs pq como vc se incomodou tanto com meu comentário, vc deve ser um dos que falei, ou seja medroso que fica se escondendo por trás dessas acss, que só faz falar, e nada de tomar uma posição, ou seja se queremos ganhar algo temos fazer como os demais funcionários estão fazendo, ou seja fazendo passeatas, indo p/ ruas lutar. e não se inludindo com valores que todos sabemos que mera fantasia.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. não sei se dou risadas ou se chóro, pois com esse salario vou dar risadas, porém, sei que o governo não paga, não sei se choro...

    ResponderExcluir
  7. Vivemos um momento de Copa do Mundo, e o pais esta guardando dinheiro para a copa, porisso o Gov Federal diz não poder e os estados e municípios tambem, mas todos sabemos que tem, não tem como todo o serviço publico parar, so uma impompetencia muito grande para não gerenciar essa crise.

    ResponderExcluir
  8. Não sou nenhuma mãe Dinar, mas a contra proposta que o governo vai oferecer, se chegar a R$ 2.600,00 para o Sd, é muito, e olhe lá!...
    Até porque a canção agente já conhece decó e salteado: "o estado está quebrado!".

    ResponderExcluir
  9. Que danado de tabela é essa, homi crer em jangada que é pau que bóia, nunca a governadora vai dar esse salário pra um soldado hehehehe, ela não tomou banho com m..... não.

    ResponderExcluir
  10. Nem a PF tem um salário desses

    ResponderExcluir
  11. Faz assim, é só ficar em casa e tu não merece o reajuste e quem for para as assembléias, terá o reajuste e o código de ética. É imoral, na época da internet, veículos com câmbio automático, ar-condicionado digital, células-tron co, botox, implante capilar, exame DNA, bluetooth, GPS,etc, essas coisas que a universidade de paudário ensinou a gente, termos um regulamento dessa forma.

    ResponderExcluir
  12. "NUNCA NO JOGO DO BICHO" NÓS IREMOS GANHAR ESSE VALOR! NAUM VAMOS SER HIPOCRITAS PESSOAL, LITERALMENTE OS QUE PARTICIPAM DAS ASSEMBLEIAS DEVERIAM ABRIR OS OLHOS PARA AQUELES QUE SÓ QUEREM PEGAREM CARONA PARA POLITICAGEM DO MAIS ALTO GRADUADO AO MENOR "SE LIGUEM", A VERDADE É QUE OUTRAS CATEGORIAS VÃO AS RUAS BRIGAM, FAZEM GREVE, ETC E NADA DE AUMENTO, IMAGINE UMA TROPA SERENA COMO ESSA QUE SE ARRASTA AO LONGO DOS ANOS COM ALGUNS DE SEUS CHACAIS COMENDO DAS MIGALHAS QUE CAEM DAS MESAS DOS COMANDANTES COMO DIÁRIAS, GRATIFICAÇÕES, E UM LUGARZINHO MELHOR NO CÉU....SEI QUE A POLICIA NAUM PODE FAZER GREVE, SEI DE OUTRAS QUE REGEM ESSA DITADURA, MAS A VERDADE ESTÁ EXPOSTA UMA GOVERNADORA SEM CREDITO, O ESTADO TBM, POLITICOS FRACOS, UMA POLICIA SEM TER ELEITO NENHUM REPRESENTANTE POLITICO,ETC..ETC..ETC..MAS RECONHEÇO O TRABALHO DE ALGUNS QUE AINDA TEM ESPERANÇA, MAS FIQUEM SABENDO QUE QUEM COLOCA A KRA A "BOFETE" É A OVELHA NEGRA NO FINAL DA HISTÓRIA, ENFIM QUE "DEUS" ESTEJA COM AQUELES QUE AINDA ACREDITAM E BUSCAM MELHORIAS EM GERAL PARA UMA TROPA QUE SÓ ESPERAM OS BENEFICIOS SENTADOS SEM TEREM CORAGEM NEM MESMO PARA APOIAREM AS ASSOCIAÇÕES NAS ASSEMBLEIAS, REUNIÕES, MANIFESTAÇÕES ETC...COMO SABEMOS ESSA DOENÇA NÃO TEM CURA, É UMA HERANÇA CANCERIGENA DA VELHA POLICIA "LAVADA" ESPERO QUE UM DIA AS ASSOCIAÇÕES CRIEM UMA VACINA PARA ESSA PORCETAGEM CAIR, E ACHO QUE JÁ COMEÇOU COM A CORAGEM DE REPITO "ALGUNS" VALEU PELO ESPAÇO HERONILDES, E SEMPRE AVANTE POIS VC JÁ NAUM PODE MAS OLHAR PARA TRAS, SEGURE NA MÃO DE "DEUS" E DE SEUS CORAJOSOS NESSA GUERRA, POIS GRANDES BATALHAS VIRAM PELA FRENTE.

    ResponderExcluir
  13. Essa proposta é pura utopia!!! estão como sempre enrolando, para ganhar tempo. só será real em 2014 quando o gov. federal liberar a verba enquanto isso vai ser só balela eu fico a imaginar como é que tem policial que ainda cai nestas besteiras.....

    ResponderExcluir
  14. Vejam o artigo 115 do Estatuto arcaico,será modificado pelo artigo 120,§1º:atualmente se houver exclusão a praça com estabilidade,os Herdeiros recebem,como se o PM estivesse falecido,proporcional as contribuições.No novo,receberá proporcional as contribuições caso seja excluído,só com um detalhe desde que a exclusão não seja por crimes de tráfico de drogas e entorpecentes afins,terrorismo,latrocínio e os definidos como hediondos todos previstos na legislação concernentes a segurança nacional.Se o for,sairá com uma mão na frente e outra atrás.

    ResponderExcluir
  15. Como diz meu avô: Eu acredito!!!

    ResponderExcluir
  16. Companheiros, não me chamem de pessimista, mas precisamos ser realistas, na atual conjuntura do nosso Estado, fazer uma proposta dessas é pedir pra não ser atendido.

    ResponderExcluir
  17. Aos que criticaram a tabela ...

    Então vocês querem pedir quanto ???
    3.000,00 ???
    para o governo dizer que só pode dar 2.000,00 ???

    pelas caridade pessoal, a polícia civil pediu por cima quando foi reivindicar seu reajuste para chegar onde eles queriam...

    Deixem de conversar besteiras e apóiem ...

    ResponderExcluir
  18. Cabo Heronides,
    Meus parabéns por todo o seu trabalho.
    Quero utilizar este blog para expressar o meu mais profundo sentimento, em razão do descrédito que a maioria dos nossos companheiros estão dando à tabela por vocês apresentada. Eu pensei que tanto pensamento negativo seria coisa do passado! Está pior do que antes. Que a questão salarial nosso precisa ser resolvida, urgentemente, eu concordo! E eu acho que toda a tropa concorda.
    Todavia, existe algo a considerar: Já existia uma tabela apresentada ou feita pela Associação dos Oficais; é uma boa proposta; não era para ser descartada. Vocês preferiram promover um verdadeiro festival de tabelas. Não é tempo para devaneio. É tempo para buscarmos a realidade.
    Se a tropa não está acreditando em vocês, um movimento mais profundo poderá ser abortado antes de nascer. Esta história está igualzinha à da PEC 300, quando a maioria dos PMs rejeitou a proposta aprovada nos 1º e 2º turno pelo Senado Federal. Resultado: Até agora, tudo errado!
    Não deixem que tal história se repita. Deixem os seus interesses políticos fora deste momento e lutem tão-somente pelos PMs. É isto que nós queremos!...
    Ademais, há uma grande falta de união entre alguns dirigentes das entidades representativas dos policiais militares, isto é péssimo para a categoria, e ótimo para o governo.
    Natal/RN, 27 de maio de 2011
    Sub Júlio
    e-Mail:julioribeirorocha@gmail.com

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. A GOVERNADORA ROSALBA CIARLINI RETROCEDE NO TEMPO

    A Governadora Rosalba Ciarlini não vem sinalizando interesse em dialogar com o servidor público, parece até que nós não somos gente e eleitores; digo nós parque também faço parte desta categoria, como policial militar.
    Esta história nos remete aos idos de 1960, quando o servidor não tinha proteção de lei nenhuma, e os nosso governantes utilizavam-se da força policial para reprimir as manifestações dos servidores públicos que clamavam por melhores salários. Lembro-me da manifestação dos professores, outras categorias e estudantes no ano de 1962, quando o governo do Estado do Rio Grande do Norte determinou ao seu Secretário de Segurança Pública, capitão José Leão Filho, que reprimisse o movimento. Não é história de eu ouvi dizer ou li em algum jornal! Lá eu também estava como policial militar integrando um efetivo imenso da PM.
    Os manifestantes se concentravam no bairro da Ribeira, em frente à rodoviária, a poucos metros da Secretaria de Segurança Pública. Cartazes e faixas agressivas deixaram o Secretário-Leão soltando ferozes rugidos. Ele embraveceu, deveras, ao ser informado sobre um cartaz bem grande que o afrontava com o desenho da calda de um leão, e a seguinte frase:”Comi o rabo do leão”.
    Indignado, o secretário Leão foi ao Quartel do Comando Geral da Polícia Militar e mobilizou as tropas da PM e do Corpo de Bombeiros, comandadas por diversos oficiais, com ordens severíssimas para baixarem o pau nos manifestantes. Com ímpeto, a polícia descia seus cassetetes de borracha nas costas dos manifestantes; ao mesmo tempo, o Corpo de Bombeiros jogava jatos d`água nos rebelados, que não suportando tanta malvadeza, esvaziaram o movimento.
    Em 1963, foi a vez dos policiais militares, que não suportando o devastador arrocho salarial, deflagraram uma greve e foram expulsos do seu próprio quartel por forças federais; e vários líderes expulsos.
    Em 1992, outra greve, e várias outras sucederam-se. Do balanço, quatro presidentes foram expulsos, um dos quais já na Reserva Remunerada da PM e mais de 500 policiais expulsos, mesmo não estando mais na era do Leão. Tudo isto sob os auspícios de um regulamento disciplinar totalmente obsoleto.
    Hoje, estamos nos deparando diante de um verdadeiro festival de greves do servidor público, citando-se também a greve dos policiais civis. Não obstante, a chefe do Executivo Potiguar nem por vislumbre fantasia tem dado aparência do seu riso sobre tais assuntos.
    Os policiais militares, com os seus vencimentos defasados, estão reivindicando salários dignos para com a profissão que exercem. Salários aviltados refletem diretamente no serviço prestado pelo trabalhador de segurança pública. Pelo comportamento do governo, estamos percebendo que tal conquista requer muita união de todos os milicianos e afinada habilidade, a fim de evitar uma aproximação das cordas do ringue: Governo de um lado e PMs do outro.
    Os policiais militar buscam o que lhes é justo, posto que, enquanto o governo paga dois mil e quatrocentos reis a um agente penitenciário – mais do que justo -, despreza os gerenciadores de conflitos sociais – os PMs - ao lhes pagar apenas um mil e seiscentos reais
    Usando o bom senso, acredito que o governo fará uma reflexão sobre este quadro em nada plausível.
    Natal/RN, 25 de maio de 2011
    Julio Ribeiro da Rocha
    Subtenente PMRR/RN

    ResponderExcluir