PROCURA-SE

Vejam a seguir os três foragidos mais procurados do Rio Grande do Norte, segundo a DECAP, Delegacia Especializada em Captura e Polinter.

Entre os procurados, muitos deles já condenados, estão assassinos, integrantes de grupos de extermínio, pistoleiros, assaltantes de banco, ladrões e estupradores.

Existem hoje no estado cerca de 5 mil mandados de prisão a serem cumpridos.

COLORAU, LÍDER DE REBELIÕES EM ALCAÇUZ

Marcelo Henrique é chamado de Colorau, um rapaz que já comandou várias rebeliões em Alcaçuz e que hoje é suspeito de ter cometido vários assaltos a residências e estabelecimentos comerciais na Grande Natal. Colorau já trocou tiros com a Polícia Militar em pelos menos três oportunidades. Um soldado e um sargento, inclusive, foram baleados nestes confrontos, mas o danado do Colorau sequer sofreu um arranhão.

DIEGO BRANCO, LATROCIDA PERIGOSO

Diego da Silva Alves, apelidado de Diego Branco, foi resgatado por comparsas no dia 28 de fevereiro deste ano durante uma extração de dente. Ele deixou as carceragens do Presídio Provisório Raimundo Nonato, na Zona Norte da cidade, para ir ao dentista. Três agentes penitenciários fizeram a escolta do preso até a clínica, que fica a menos de 50 metros da unidade prisional. Diego Branco já estava de boca aberta quando três homens armados chegaram ao local em um Pálio Weekend prata. Desceram do automóvel, entraram no consultório, renderam os agentes e resgataram o assaltante na maior tranquilidade. Segundo a Polícia Civil, foi o assaltante quem matou o agente da 8ª DP Sidney Alves Lucas. O policial foi vítima de um latrocínio no último dia 11 de março, no conjunto Gramoré, Zona Norte da cidade.

SENHOR, APESAR DE TER APENAS 21 ANOS

Senhor. É assim que é chamado o traficante Alexsandro Freitas de Souza. Apesar do sugestivo apelido, ele só tem 21 anos. Porém, sua pouca idade não quer dizer nada. O infeliz tem uma ficha criminosa extensa e também é considerado um bandido de alta periculosidade. A polícia suspeita que ele está por trás da tentativa frustrada de arrombar a agência do Banco do Brasil na cidade de São Miguel do Gostoso em fevereiro passado. Onde alguns policiais militares teriam sido rendidos e em seguida começado um tiroteio e uma perseguição.

Editado por Cabo Heronides.
Fonte: Anderson Barbosa, Novo Jornal

Nenhum comentário:

Postar um comentário