MAIS UMA VEZ MACAÍBA É VULGARIZADA NACIONALMENTE, DESTA VEZ PELA REDE GLOBO

Em reportagem que tratava sobre as universidades que driblam a burocracia e produzem pesquisas surpreendentes, ”Série: Universidade chave do futuro”, a cidade de Macaíba foi citada pela rede globo e caracterizada com sendo do interior, um lugarejo, município de pior índice de alfabetização do Brasil e onde criança bem sucedida é aquela que vai trabalhar na construção. O reporter, Rodrigo Alvarez, de forma indireta, critica a existência do Instituto Natal de Neurociências, dizendo está localizado em meio ao deserto, sertão, de Macaíba.
"A realidade é que a cidade de Macaíba não é caracterizada desta forma, o nosso município é 5º maior do estado, fica situado na região metropolitana, distante 15 Km de Natal, onde existem cerca de 70 mil habitantes, onde a maioria é alfabetizada, e muitos destes possuem nível superior espalhados nas mais diversa áreas do conhecimento, formando desta forma pessoas bem sucedidas profissionalmente.

Macaíba tem uma história bastante rica, que influenciou a cultura e o desenvolvimento, não somente do Rio Grande do Norte e do Brasil, como principalmente a nível internacional, entre as principais personalidades existentes destaco: Augusto Severo, Auta de Souza, Alberto Maranhão, Augusto Tavares de Lira, Henrique Castriciano e Otacilio Alecrim".
Fica a dica: “Antes de falar da cidade de Macaíba, indico procurarem o secretário de Cultura Marcelo Augusto ou o historiador Anderson Tavares”.

A ultima vez que Macaíba foi vulgarizada aconteceu pela Revista Veja, em 2008.

Assistam a seguir a reportagem do Jornal da Globo:


Escrito por Cabo Heronides.

2 comentários:

  1. Muito fácil explicar isso meu caro.
    Existe uma batalha entre os estados para ver quem fica com os pólos tecnológicos do país. Com a vinda do aeroporto de São Gonçalo para o RN será criada em teoria uma ZPE, Zona de Produção e Exportações. Isso teoricamente irá transformar o RN em um pole exportador e recebedor de tecnologias européias, haja visto é a região mais próxima da mesma. Vcs acham que os IFRNs instalados aqui nessa última década foram por acaso? A região Sudeste temendo esse avanço da região nordeste logicamente irá criticar tudo que vem para cá. Isso é o medo de existir uma nova revolução migratória e o medo que o nordeste reassuma sua posição como a mais importante do país como foi no passado.

    ResponderExcluir
  2. parabens, ANDERSON ROCHA, falou pouco mais disse tudo e falou por todos, parabens novamente

    ResponderExcluir