CABO DA PM RECEBE VOZ DE PRISÃO DEPOIS DE SE ENVOLVER EM BRIGA COM SUPERIOR

Um cabo da Polícia Militar lotado na Companhia Independente de Policiamento com Cães recebeu voz de prisão nesta segunda-feira (30), depois de se envolver uma briga com um superior dele, no bairro Saudade, região Leste de Belo Horizonte.

De acordo com o comandante da Cia, major Carlos Iomag, o atrito entre os dois militares começou quando o tenente chamou a atenção do cabo em função do corte de cabelo que ele havia adotado. O cabo teria se irritado com a repreensão e agredido o superior. Ele recebeu voz de prisão em flagrante por ter desacatado o militar e teria ainda tentado agredir o tenente com um soco, segundo informado pelo major. O cabo foi imobilizado e encaminhado pelo Corpo de Bombeiros ao hospital militar.

Após atendimento, a equipe médica recomendou internação do militar em uma clínica para tratamento psicológico. Segundo o major, quando o cabo receber alta médica, ele deve ficar detido, a não ser que consiga um habeas corpus para responder em liberdade. Foi aberto um inquérito militar para apurar o fato e, caso seja constatado abuso de autoridade, o tenente deve responder na Justiça Militar. Inicialmente, ele permanece exercendo suas funções na Cia. Os dois militares envolvidos na briga trabalhavam juntos há pelo menos quatro meses.

O major informou ainda que o cabo está recebendo assistência jurídica dos advogados da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros de Minas Gerais (Aspra). A reportagem tentou, sem sucesso, entrar em contato com representantes da Aspra na noite desta segunda-feira.

Fonte: O TEMPO

Um comentário:

  1. Não sei se o cabelo do cabo estava cortado de forma ridícula ao ponto de receber uma chamada, mas acho que existem problemas bem maiores que cortes de cabelo na segurança pública que poderiam ser levados a sério.

    Não sei vocês, mas dois homens adultos se estapiando por conta de um cabelo cortado de um jeito ou outro é ridículo. Coisas do Brasil.

    ResponderExcluir