ABUSO EM ESCALA DE SERVIÇO

Os policiais escalados em bases comunitárias da 3ª CIA/5°BPM estão na seguinte escala:

Assume o serviço às 07h30min na base comunitária e às 19h30min sai da base comunitária e assume uma viatura com apenas dois componentes.

“Lembrando que quem trabalha em base comunitária a escala é 24h/48h e a na viatura a escala é de turno, logo misturaram as duas escalas e fizeram uma escala que não existe”, Comunidade da PMRN no Orkut.

Solicitamos ao comando do 5º Batalhão, ao comando do CPM e ao Comando Geral medidas necessárias para ser corrigida a aplicação desta escala de serviço.

Leiam a seguir a regulamentação da Escala de Serviço publicada em Boletim Geral.


JORNADA DE TRABALHO DO POLICIAL MILITAR DO RN

Foi publicada no BG 66 de 13 de abril de 2010 a regulamentação da escala de serviço da Polícia Militar do RN.

RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA n°. 002/2010 - GCG, de 13 de abril de 2010.

Institui Jornada de Trabalho no âmbito da Polícia Militar e dá outras providências.

O COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE no uso das atribuições que lhe confere o artigo 4°, da Lei Complementar Estadual n°. 090, de 04 de janeiro de 1991 e combinado com os artigos nº. 184 e 185 do Regulamento Interno de Serviços Gerais - RISG e CONSIDERANDO a necessidade de adequar o regime de trabalho dos Militares Estaduais, integrantes da Polícia Militar que cumprem escalas de serviço, para que não ultrapassem doze horas diárias de trabalho, obedecendo-se ao parâmetro de três turnos de descanso para cada turno trabalhado, parâmetro recomendado pelo PRONASCI;

CONSIDERANDO que entre dois serviços de mesma natureza ou de natureza diferente, observar-se-á, para o mesmo indivíduo, no mínimo a folga de quarenta e oito horas, sempre que possível;

CONSIDERANDO os fatores biopsiquicosociais do homem na era da modernidade, visando uma melhor qualidade no atendimento da sociedade, com uma prestação de serviço mais eficiente e eficaz.

RESOLVE:

Art. 1° - Fica estabelecida no âmbito da Polícia Militar, a Jornada de Trabalho no serviço operacional motorizado nos turnos matutino e vespertino de 12 horas de serviço, por 24 horas de folga e no turno noturno de 12 horas de serviço por 48 horas de folga.

Art. 2° - As Escalas de Serviço de guardas de quartéis presídios e estabelecimentos prisionais congêneres serão na jornada de 24 horas de serviço com 48 noras de folga, obedecendo a rotatividade nos quartos de horas, com duas horas de serviço e quatro horas de descanso.

Art. 3° - As Jornadas de Trabalho nas Unidades Operacionais Especializadas serão ajustadas de acordo com a modalidade de policiamento e necessidade do serviço, sempre que possível compensada com período de folga.

Parágrafo único - A troca de serviço, quando devidamente autorizada não poderá alterar as folgas da escala e, conseqüentemente, o critério da designação.

Art. 4° - Durante o período de gravidez e até que a criança atinja a idade de seis meses, a militar não poderá concorrer aos serviços de escala.

Art. 5° - Todas as escalas de serviço deverão ser rigorosamente escrituradas e mantidas em dia pelas autoridades responsáveis, sendo nelas convenientemente registrados os serviços escalados e executados, bem como as alterações verificadas por ordem ou motivo superior.

Art. 6° - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, ficando revogada a Portaria n°. 204/09-GCG de 08 de setembro de 2009.

Fonte: Comunidade da PMRN no Orkut

19 comentários:

  1. VAMOS ACHAR UMA SOLUÇÃO ENTÃO...

    ResponderExcluir
  2. Caro Cb Heronildes, parabéns pelo blog, sempre pro-ativo para o bem estar do policial militar. Contudo gostaria de saber a respeito da escala diferenciada em que os policiais universitários estão seguindo, como é o seu caso, descumprindo, portanto, a norma a qual você fez referencia, trabalhando de um dia das 07h00min as 19h00min e folgando um dia.
    Não seria uma atitude hipocrita do seu blog?

    ResponderExcluir
  3. E vc acha essa escala satisfatoria companheiro BRUNO???? 12 por 36 é pessima.... faça os calculos essa escala vc trabalha bem mais do que qualquer outra...... Amigo temos que lutar por uma escala que nos dê condição de fazermos o nosso curso superior e não ficarmos a mecer desse salario defasado..... So pra informação essa escala ja acabou faz bastante tempo...Pessoas com o pensamento de que PMs não estudam, não questionam ordens e não pensam...
    VAMOS QUEBRAR ESSE PARADIGMA!!! A PM TEM QUE DAR CONDIÇÕES PRA QUEM QUER SE QUALIFICAR

    ResponderExcluir
  4. Quem quiser esperar o tempo passar pegue um tamborete sente e fique fazendo bolinho..... Sim a titulo de informação minha escala não é essa......Sofro pra caramba pra fazer minha faculdade.....Se estudar for macete!!! Eu sou macetoso

    ResponderExcluir
  5. É POR ISSO QUE A NOSSA ESCALA AQUI NA TURISMO ACABOU... SÓ DUROU 15 DIAS A ESCALA 12 POR 48 O JUSTO SEGUNDO O TJRN, FICA A CRITICA....E SUGIRO UMA MUDANÇA NA FORMA DE PENSAR DO COMPANHEIRO

    ResponderExcluir
  6. veja o que acontece no 9ºBPM na ditadura

    ResponderExcluir
  7. Faça a pergunta aos universitários, Qual seria a escala ideal? 12x48? E seria viavel? Quem acompanha o BG da PM nota a migracao de policiais da area operacional para setores ADM, por isso que a sua escala esta defasada, pq vc esta sendo sugado!
    Como vc deve ser um estudioso da profissao policial, deve conhecer a escala de 6h, essa sim considerada a ideal, mas ai entra em outra eterna discussao: sera o policial vai querer passar mais dias no seu trabalho?

    ResponderExcluir
  8. Outra coisa, beneficiar os que somente estudam, reflete o preconceito desses que se acham superiores e mais qualificados dos que somente tem a policia como meio de vida. Demonstra mais uma caracteristica presente na corporacao, a desuniao, pessoas q so pensando em seu bem estar. Ai sim deveriamos mudar nossa maneira de pensar.

    ResponderExcluir
  9. e por fim, ser bacharel nao reflete melhoria na qualificacao profissional do policial militar. Os policiais cursados em cursos policiais sao de fato mais qualificados!

    ResponderExcluir
  10. Amigo Bruno,

    Trabalho na escala de 24/72. E tenho as mesmas dificuldades que todos, pois as vezes querem impedir a minha ida para a faculdade.

    Se um dia prejudicarem a realização do meu curso, irei utilizar de outros artificios, para poder completar os meus estudos.

    Também informo que os meus estudos esta sendo realizado somente no horário de aula. Pois durante a folga tenho que dar atenção a minha familia, complementar a renda e participar ativamente da busca por melhorias para a categoria.

    Acredito que é extremamente necessário um mudança em todas as policias militares, más não posso esquecer que tenho uma vida, sonhos e realizações a serem alcançadas.

    Se um dia eu puder contar aos meus netos e bisnetos, direi que acreditei e fui a luta, podendo até não ter alcançado, mas participei e dei a minha contribuição, não ficando esperando sentado que a solução caisse do céu ou que um louco fosse lutar por mim.

    ResponderExcluir
  11. Olá a todos PMs,meu marido é um praça de São Paulo,meu marido alé de trabalhar a 100 KM de casa e ter que pegar 3 a 4 conduções ,sair 4 horas antes de casa,ele tinha umas escalas que se quer havia horário de ônibus para voltar para casa e com isso ele tinha que usar nosso carro particular,pagar pedágio e ou dormir na CIA e perder metade de sua folga para poder pegar o primeiro ônibus,depois de ter trabalhado das 13:00 as 1:00 da madrugada,pode um horário desses.E eu o que fiz já que os praças não tem o direito de questionar o escalante nem de reclamar, liguei para seu comandante um sub.tenente,perguntei a ele quem iria trazer meu marido para casa ou como ele viria embora? Ele respondeu que tinha alojamento!
    E eu disse a ele ,o SENHOR DORME EM CASA COM SUA ESPOSA OU DORME NO ALOJAMENTO?
    Ele respondeu que eu estava sendo inconveniente,e que eu NÃO SABIA COM QUEM ESTAVA FALANDO?!
    E eu disse a ele que não me interessava quem ele era que não me importava para sua patente,que se ele tinha o direito de ficar com sua familia eu queria meu marido em casa na hora de sua folga!
    Resumindo ,ele desligou o telefone em minha cara,peguei meu carro e fui pessoalmente ,acabei sendo agredida por ele ,ele forjou um desacato,pois tive 3 luxações em meu nariz,sangrou e fui parar no hospital,minha sorte que gravei tudo!
    Embora seja meu marido seja um praça de SP ,os tratamentos são so mesmos pelo que percebi,OU SEJA SUBORDINADOS SEMPRE SERÃO USADOS ,EXPLORADOS TANTO PELOS SEUS COMANDANTES QUANTO PELAS SUAS ASSOCIAÇÕES QUE POR INTERESSES COMERCIAIS PRECISAM MANTER VÍNCULOS COM OS COMANDOS LOCAIS E ASSIM VENDEREM SEUS PEIXES.POIS CABERIA AS MESMAS LUTAREM PELOS SEUS DIREITOS,POR ISSO FIZ MEU MARIDO SAIR DA DELE.ABRAÇOS E FIQUEM COM DEUS!

    ResponderExcluir
  12. É BRUNO a faculdade policia militar é a mais valorizada do Brasil..... Vc me convenceu, por isso que recebemos bem.... E quanto ao preconceito.. já notou que tudo hj é preconceito...Sim concordo com vc quanto as criticas a DP, tambem aceito os seus argumentos acho que hj dadas as dificuldades que vivenciamos no nosso dia a dia temos que buscar melhoras educacionais pra nós todos....Não dá mais pra esperar somente pela policia, eu quero mais que isso....Ideal seria ganharmos o salario de Brasilia e escala de 24 por 96 ta bom??

    ResponderExcluir
  13. Vc está certo, nem todos gostariam da escala 6hrs diarias.... boa colocaçao... DEsuniao encontraremos em todo grande instituição mas na nossa ela eh mais evidenciada pois alguns buscam se destacar perante seus superiores desta forma...

    ResponderExcluir
  14. Um certo dia Fui ao zero vi uma fila enorme e o mesmo SGT de sempre marcando DO comentei isso com alguns companheiros ate quando isso vai continuar...Isso é digno??? Se aproveitar de uma necessidade do Pm e fazer com que o mesmo durma numa quadra esperando D,O... É lastimavel!!!!

    ResponderExcluir
  15. falta ciência, falta realmente estudo!

    ResponderExcluir
  16. ...e qual seria escala ideal?
    algum estudo sério foi feito? vou tentar algo na área, usando minha FACULDADE e tentar mudar algo.

    ResponderExcluir
  17. Por que não fazemos como qualquer outra profissão, horário de 8h diárias ou 6h diárias. quanto mais se estuda e se debate sobre o assunto, menos se chega a um consenso. Com horários fixos quem quiser estudar, estude em outro horário, quem quiser fazer qualquer coisa, faça na sua folga. O problema é que a maioria dos políciais que se dizem defensores dos direitos dos pm's, só pensam na folga, no bico, nos estudos e esquecem da sua PROFISSÃO, do seu TRABALHO, do seu GANHA-PÃO. Em vez de concentrarem esforços para melhorar a atividade policial, o serviço à população, se preocupam só com folga, com benefícios, com regalias. Ou seja, se preocupam apenas com seus interesses particulares. Parece que o serviço que a instituição deve ao policial é mais importante do que o serviço que o cidadão, como policial, deve a sociedade.

    ResponderExcluir
  18. Temos de estudar MAIS...
    Estamos escrevendo muito mal mesmo.
    Em todos os sentidos.

    ResponderExcluir
  19. Com o serviço de viatura por turno quebrou as pernas dos praças que querem estudar pois são em horários diferentes e se for a tarde piorou pois um dia ira perder todas as aulas e no outro dia de serviço ira perder algumas ou todas pois não dara para chegar na hora do trabalho.A íra dos oficiais é tão grande contra universitários que eu paguei serviços para ir pra universidade e fui chamado de bandido (pena que estavamos só e não gravei,senão processava),quase fui preso,senão estou prejudicando o próximo nem o serviço que mal eu fiz?

    ResponderExcluir