TURMA DE 2000 COMEMORA 11 ANOS DE SERVIÇO

No dia 24 de abril de 2000, cerca de 1000 pessoas entraram na polícia Militar do Rio Grande do Norte, e se tornaram com muita honra Policiais com o objetivo de defender a sociedade, e ao mesmo tempo muitos ficaram decepcionados a conhecerem o militarismo, abusivo, autoritário, opressor e arcaico

A prestação do serviço de segurança pública voltado à sociedade é dever da polícia, já a existência do militarismo é de exclusividade das forças armadas.

Durante este tempo, perdemos muitos companheiros, outros foram reformados ou saíram da corporação.

Aos que ficaram, não tiveram nenhuma oportunidade de alcançarem o posto de sargento combatente, devido a inexistência de concurso a cerca de 15 anos, e poucos foram promovidos a cabos, devido a existência de um único concurso em 2002. Isso demonstra falta de perspectiva de crescimento e leva a desmotivação para com a instituição.

Nós policiais somos dedicados a nossa função, combatendo a criminalidade, mesmo com o risco da própria vida, e isso é fato, pois muitos praças perderam a vida nos últimos anos. E a valorização da nossa profissão é extremamente inexistente.

Mesmo assim continuamos e continuaremos a exercê-la com bastante dedicação e orgulho.

Por fim, desejo a todos os policiais da turma de 2000, aos que estão felizes ou desmotivados, saúde, felicidade, conquistas e realizações na vida pessoal e profissional. E que continuem sempre lutando e acreditando na melhoria da nossa profissão, para sermos reconhecidos e valorizados pela instituição e principalmente pela sociedade.

Aos demais policiais que não estão mais entre nós, desejo a todos os seus familiares, pais, mães, esposas e filhos. Conforto e paz nos seus corações. E que Deus abençoe a todos.

Parabéns a todos!

Escrito por Cabo Heronides
2000.0237

5 comentários:

  1. Caros companheiros .Sou 2ºSGTPMRN Ildebran ,lotado na cipgd e estou concluindo o curso de ciências sociais pela UFRN.Já participei de vários movimento paredista em prol de melhorias para nossa categoria.
    Na época em que os policiais para exercer o seu direito de expressão davam entrevista de costa para às câmeras como se fossem marginais –os mais antigos que o diga-Eu me arrisquei e dei uma entrevista fardado de cara limpa mostrando a minha privacidade (geladeira vazia só com banana e água)pois a situação era séria na época,e quando os companheiros viram a minha reportagem aderiram ao movimento.Foi um fato histórico.Participei da última movimentação e fui preso por sessenta dias sendo absolvido por Jarbas.
    Entretanto,mesmo depois destes notórios feitos por parte de minha pessoa não fui reconhecido pelas pessoa que hoje estão no poder nos representando. Esqueceram –se de mim.Por isso pelo abandono e falta de consideração não valorizando o meu potencial, com toda modéstia ,lanço-me desde já ,pré-candidato ao cargo de Vereador da cidade do Natal pois sou a alternativa viável para a categoria:não me envolvi em brigas com os demais companheiros que almejam este cargo ,como outrora é do conhecimento de todos às vias de fatos entre alguns,mas permaneci em silêncio e só agora que julgo oportuno,pois há tempo para todas as coisas debaixo do sol,me manifesto com esta finalidade de representar uma categoria gigante e forte ,mas que o seu potencial ainda não foi revelado .
    Sofremos por sermos maioria? Não é para ser ao contrário !se somos maioria é para sermos os mais fortes.Então porque não o somos?
    Porque nos falta uma representatividade séria.Quantas vezes Regina apareceu nos quartéis para saber de alguma coisa?Quantos representantes ela enviou aos quartéis ?É como outro político qualquer só vai aparecer no período de eleição.A categoria não precisa de um político como os outros,precisa-se de um verdadeiro ideólogo,que tenha uma ideologia da segurança pública que não se iluda com o poder e esqueça de quem o elegeu.
    Sou o primeiro secretário do conselho comunitário Salinas ,que agora no dia
    17 /04/2011 vencemos com uma maioria de 292 votos ,inclusive no residencial redinha onde 75% dos moradores são policiais.Se puderes me ajudar em divulgar esta postagem para os demais companheiros ,eu e a categoria agradece.
    Fone:88515826
    ilbranlima@hotmail.com
    Deus seja louvado!!

    ResponderExcluir
  2. acho que turma de 2000 que estão na PM até hoje com um remuneração que deixar a desejar para suprir as necessidades básicas e que não condiz com o risco da profissão e sem nenhuma pespectiva de carreira dentro da instituição, todos devem esta desmotivado profissionalmente. quando o governo vai valorizar o policial militar. no setor da segurança o PM é que ganha menos ficando na última colocação salarial. mesmo recenbendo mal e trabalhando muito cumprem o papel de defender a sociedade. a policia civil já fala de greve para que o governo aumente seus salarios mesmo ganhando muito mais que um PM. será que o PM não tem direito nem mesmo para peceber um salario justo será que não merece será que sempre vai ser assim total abandono com os policiais militares. pela a historia e pelo o andar da carruagem parece que vai ser.... a turma de 2000 mil e outras turmas da PM desejo que Deus os ptotejas....

    ResponderExcluir
  3. Não é mais admissível a pm labutar tanto e ficar com as sobras,migalhas.Seremos sempre calda e não cabeça!Basta.unamo-nos.Que representar a categoria no próximo pleito eleitoral.

    ResponderExcluir
  4. Até quando vamos ficar chorando miséria? Nos esquecendo das vitórias alcançadas nestes onze anos? Como uma categoria espera ser valorizada pelo governo se nós mesmo não nos valorizamos? Nesta data em que nós comemoramos 11 anos de serviço, no qual sou profundamente agradecido a Deus, pois é com o salário de PM que foi possível construir minha família. É claro que concordo que devíamos ter um salário melhor, mas não nos esqueçamos de agradecer pela vida, saúde, família e até pelo nosso salário. Que Deus continue nos ajudando, como o fez até aqui.

    ResponderExcluir
  5. Até quando vamos ficar chorando miséria? Nos esquecendo das vitórias alcançadas nestes onze anos? Como uma categoria espera ser valorizada pelo governo se nós mesmo não nos valorizamos? Nesta data em que nós comemoramos 11 anos de serviço, no qual sou profundamente agradecido a Deus, pois é com o salário de PM que foi possível construir minha família. É claro que concordo que devíamos ter um salário melhor, mas não nos esqueçamos de agradecer pela vida, saúde, família e até pelo nosso salário. Que Deus continue nos ajudando, como o fez até aqui.

    ResponderExcluir