THYAGO MACEDO: SEM EFETIVO, RONDA DO CIDADÃO NÃO VINGA

A ideia do projeto Ronda do Cidadão é interessante. Integrar polícia e comunidade é o caminho mais viável para diminuição da criminalidade, prova disso são as UPPs no Rio de Janeiro. Aqui em Natal, a realidade da violência é diferente, mas uma coisa é certa em qualquer lugar país: um projeto desse só terá sucesso com efetivo suficiente.

E eis o problema do Rio Grande do Norte. Está claro que o Estado não tem policiais suficientes para colocar em prática o Ronda do Cidadão. No Ceará, por exemplo, tem o Ronda do Quarteirão. No entanto, o governo cearense investiu em viaturas e treinou seus policiais para que eles conseguissem atender ocorrências em até cinco minutos.

No RN, nem mesmo coletes a prova de bala são suficientes. A própria governadora Rosalba Ciarlini disse na coletiva de sábado (9) que são 200 coletes para 9.400 PMs. Espero que o governo saiba como implantar o Ronda do Cidadão contando com número reduzido de policiais e, principalmente, sem lhes oferecer condições de trabalho.

De acordo com Rosalba, Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte, será o primeiro bairro a receber o Ronda do Cidadão. Isso deve acontecer até o início de maio. Com isso, até o fim do ano, podemos saber se ele vingou ou não!

Fonte: Nominuto.com

6 comentários:

  1. Se acaabar com os desvios de funçoes na policia todo program da certo os peixes fazem os concursos da policia para ser policial militar e depois vam para os tribunais de justiça e foruns a pedido de alguns juizes e para as delegacias impedindo a geraçao de empregos e prejudicando o bom andamento do serviço que se torna precario tanto na policia civil como na militar por falta de material humano Governadora se a senhora que implantar a rnda de quarterao faça o que qualquer gorverno com responsabilidade socila faria chame de volta todos os policiais que estam adisposiçao de outros orgaos.

    ResponderExcluir
  2. ainda tem o problema de o praçanão esta motivado com p serviço .....por parte de alguns oficial ...

    ResponderExcluir
  3. ainda tem o problema que alguns praças não estão motivado e sim desmotivado tanto com a gloriosa quanto a sociedade que só faz critica assim não darrrrr.....

    ResponderExcluir
  4. o pessola faz desvio de função porque o trabalho do policial não é valorizado. equando o PM vai para o tribunal ou governadorai ou qualquer outro orgão vai recebendo uma gratificação. pergunta hoje com esse salario miseravel que recebe um PM quem é que não quer ir trabalha com gratificação. agora que a remuneração da PM fosse justa pelo o serviço que é excercido ai de maneira algumha seria necessario o desvio não o desvio o emprestino do PM. não condeno aqueles que estão em locais gartificados é justo pqorque o salario não da para suprir as necessidades basicas e não condiz com o risco do tranalho.

    ResponderExcluir
  5. É seu saladino e os outros que nao tem nada porque vc nao fez concuso para a area que vc esta no tribunal ou em outra profiçao que ganha mais temos que lutar mas cada um na sua funçao o policial é pra tar nas ruas fazendo o aquilo paa qual foi contratado policiamento ostencivo e preventivo nao no tribunaal peixe!

    ResponderExcluir
  6. meu amigo desabafo, acho q vc não entendeu bem o meu texto. eu concordo com vc. tem q haver uma valorização profisional. mas temos diversas formas de demostra a insastifação. a remuneração não condiz com o perigo. a remuneração do PM é baxissimo. já pensou que todo mundo que todo mundo que tivesse insatisfeito fosse concursado para outro orgão. logo todo mundo que ficasse estaria satisfeito. a manifestação pode ser de diversas formas. leia o texto melhor que vc vai v q concordo com vc.

    ResponderExcluir