REUNIÃO QUE DISCUTIRIA LEI DO SUBSÍDIO PARA POLICIAIS E BOMBEIROS DO RN É ADIADA

A reunião que ocorreria amanhã, 12, com todas as associações representativas da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do RN foi adiada.

Segundo o Tenente Coronel Mendonça, presidente da Associação dos Oficiais da PMRN, um dos motivos para o adiamento da reunião seria a ausência do Comandante Geral, Coronel Araújo, que deverá estar presente uma vez que o mesmo levará os anseios da categoria ao atual Governo.

A reunião que iria ocorrer amanhã a tarde no Clube dos Oficiais, que trataria sobre a "Lei do Subsídio" para os policiais e bombeiros militares do RN, ainda não tem data marcada para acontecer.

Conheça a "Lei do Subsídio"


Pela "Lei do Subsídio", o sistema remuneratório dos militares estaduais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do RN será estabelecido por meio de subsídio, o qual é fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, ou qualquer espécie remuneratória, ressalvadas as hipóteses previstas na Constituição Federal, o décimo terceiro salário, o terço constitucional de férias e as verbas de caráter indenizatório, como diárias, ajuda de custo, fardamento, auxílio doença e indenização de ensino.

Ainda pelo projeto de lei que fixa o subsídio dos militares estaduais, o mesmo deverá ser revisto no mês de maio e seus efeitos financeiros em 1º de setembro de cada ano.

Para os defensores e criadores da "Lei do Subsídio" a implementação dessa forma remuneratória será compatível com o elevado risco de morte aos quais os oficiais e praças militares estaduais se subjugam. "Como é sobejamente sabidos os integrantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte, não têm direito a FGTS, aviso prévio, pagamento de horas-extras, adicional noturno, filiação sindical e direito de greve; direitos não assimiliados esses que afetam-lhes o bem estar social e a própria dignidade, tornando, cambaleante, restrita e deprimida sua cidadania; esta tão propalada nos dias atuais, ou seja, 'a cidadania é conquistada e não doada'", justifica ainda a implementação do subsídio.

Matéria criada pela Sd Glaucia

7 comentários:

  1. Uma reunião que já estava marcada há um bom tempo, o sr. cmt geral já deveria ter se agendado para isso; e o pior é que não tem mais data para acontecer; isso para mim tem cara de articulação política para empurrar com a barriga os anseios da categoria.

    ResponderExcluir
  2. caros colegas esse subsídio é mais uma gorjeta que é dada por uma mão e pela mesma será tomada...
    Precisamos de um salário digno para que atenda nossas necessidades e dificulte a corrupção!

    ResponderExcluir
  3. Quando é para ter uma reunião sobre salários, ligeiramente é adiada. agora por que?

    ResponderExcluir
  4. nada será possível se não houver uma união entre as categorias.

    ResponderExcluir
  5. Amigos nós só dependemos da gv,mais ninguém,esse blá blá blá é converssa afiada,vão empura com a barriga até agente não aguentar mais e parar todo mundo.

    ResponderExcluir
  6. vamos juntos; fazer algo eles empurram com a barriga e nos juntos temos força,vamos agir so bla bla bla bla não leva a nada e so ter atitude de guerreiro. ainda tenho orgulho de ouvir minha filha de 3anos falar painho e polícha e tenho orgulho de ser polícial militar e sei que todos vcs tbm....força e raça nos temos,nos samos treinado no dia dia nas ruas nos samos PM/RN- SEEEEEEEEEEELVA! SENPRE UNIDOS QSL!!!!!

    ResponderExcluir
  7. é uma pena que todas as vezes que as associaçãos se juntam e estão com os mesmos pessamentos a respeito da tropa acontece algo para a trapalhar, espero que possamos ficar juntos dessa forma para outras decisões,e que seja remarcado outra reunião o mas rapido possivel,um abraço a todos.

    ResponderExcluir