POLÍCIA ENTRA EM CONFRONTO E MATA COMPARSA DE “COLORAU”

A caça ao assaltante e foragido da Justiça Marcelo Henrique da Silva Oliveira, mais conhecido como Colorau, hoje um dos bandidos mais procurados do estado, continua sem trégua. Na tarde de ontem, ao averiguar uma denúncia anônima de que o bandido estaria entocado dentro de uma granja localizada na zona rural de Macaíba, mais uma vez ouve troca de tiros entre criminosos suspeitos de integrar a quadrilha de Colorau e a polícia. Pior para Manoel Romualdo, o Novo, que abriu fogo contra as guarnições. No confronto, ele sofreu um disparo de fuzil no peito e morreu a caminho do hospital.


O tiroteio de ontem começou por volta das 15h. Foi quando policiais militares e agentes da delegacia de Macaíba partiram para o sítio Cana Brava, comunidade próxima à escola agrícola de Jundiaí, na zona rural de Macaíba. Lá chegando, antes mesmo de o cerco fechar, rajadas de balas foram disparadas contra as viaturas. Segundo o delegado Normando Feitosa, que participou da operação, pelo menos quatro criminosos estavam no local.

Em meio ao fogo cruzado Manoel Romualdo se deu mal. Atingido no peito por uma munição de fuzil ele logo foi ao chão. Já os demais indivíduos, ainda não identificados, conseguiram escapar ao se embrenharem na mata fechada. Com o cessar fogo, o bandido ferido foi colocado dentro de uma viatura e levado às pressas para o Hospital Regional Alfredo Mesquita, lá mesmo em Macaíba. Não deu tempo. Antes mesmo de ser socorrido pelos plantonistas ele morreu.

Em poder de Manoel os policiais encontraram e apreenderam dois revólveres, sendo um calibre 32 e outro 22, munições e uma bolsa contendo vários documentos e cartões de terceiros.

Diligências ainda foram empreendidas nos arredores da comunidade, mas nenhum dos outros três suspeitos foi encontrado. O cerco, no entanto, continua. “É uma questão de honra para a polícia prender Colorau e todos que têm envolvimento com o crime”, declarou o delegado Normando Feitosa.

Fonte: Novo Jornal

4 comentários:

  1. Parabens para o delegadfo que esta a frente, pois só unindo forças civil e militar vamos botar orden na casa, mostrando quem manda. bandido atirou é pra levar chumbo mesmo, pois quando o policial morre os direitos humanos não estão nem ai.

    ResponderExcluir
  2. Pra ser sincero, esse bandido ser for prezo vai ser exaltado como um Rei,concordo em prende-lo sobre uma condição, a que se por uma eventualidade ele queira se entregar joga-lo em um presidio Federal para ele mofa o resto da sua maldita vida numa penitenciaria que não dê para ele fugir, porque se colocar nos queijos suiços desse presidios esse rato foge e vai fazer tudo novamente , aterrorizando a sociedade, atirando, ferindo policiais e pessoas inocentes, matando pais de familia , ou seja tudo que num presta.
    Que seu estágio no mundo "sociedade" dure pouco.

    ResponderExcluir
  3. Realmente concordo com todos os comentários. Parabéns a quem está se empenhando na captura desse bandido! Tomara que ele seja colocado na prisão eterna, naquela que ser humano nenhum é capaz de escapar, seja sepultado como indigente e esquecido, por tudo que ele fez é o que merece! Sendo assim trabalharemos com mais tranquilidade.

    ResponderExcluir