REPROVADO EM TESTE DO BAFÔMETRO É DETIDO POR EMBRIAGUÊS E DELEGADO DE CAICÓ-RN SE RECUSA A LAVRAR O FLAGRANTE

Prevaricar, no jargão jurídico, é “Não cumprir com as suas obrigações; saber o que tem que ser feito mas, por má fé ou interesses próprios não fazer”. Quando a prevaricação é praticada por um agente público vira crime contra o Estado ou administração pública. Prevaricação foi o que, segundo policiais militares, quase cometeu o delegado de Caicó, Dr. Getúlio Medeiros quando, inexplicavelmente, se recusou a lavrar um flagrante de embriaguês de um cidadão detido por policiais do trânsito, após ser reprovado em teste do bafômetro.

ENTENDA O CASO

No útimo dia, 22 de março, um policial militar do RN conhecido por SD Aderlan trafegava no sentido Currais Novos-Caicó conduzindo um veículo Uno, de placa MMS 0903, quando nas proximidades de Acari-RN, um outro Uno de cor branca ultrapassou o referido policial. Após isso, o condutor do Uno branco começou a fazer malabarismos na rodovia, reduzindo a velocidade para que o Sd Aderlan passasse no intuito de, em seguida, realizar nova ultrapassagem. Segundo o Sd Aderlan, era uma direção totalmente irresponsável e que colocou em risco os ocupantes do carro que ele guiava (esposa e outro PM),haja vista que houve uma colisão lateral entre os veículos.


A insanidade do condutor do Uno branco parecia não ter limites. Não satisfeito em colocar vidas em risco ,ele começou a fazer gestos obscenos para os ocupantes do veículo do policial. Foi a gota dágua. O Sd Aderlan, um exímio conhecedor das leis de trânsito, já que é policial dessa área, acionou de imediato policiais da cidade de Caicó que, ao abordarem o infrator nas proximidades do Pereirão, constataram através de teste do bafômetro que o mesmo encontrava-se com uma quantidade de álcool no sangue acima do permitido, (0,39), caracterizando um possível estado de embriaguês. Ele foi conduzido para a delegacia ,afim de que fosse lavrado o flagrante. Quando o SD Aderlan pensou que seus problemas tinham finalmente acabado, eis que o delegado Dr. Getúlio Medeiros argumentou que não poderia fazer a lavratura do flagrante, pois a ocorrência não tinha sido na jurisdição de Caicó e sim de Acari, entretanto, os policiais que conduziram o acusado até a delegacia explicaram que o flagrante foi caracterizado pela confirmação de possível sintoma de embriaguês registrado na cidade de Caicó e não pelo fato anterior ocorrido nas proximidades de Acari.

Os ânimos se exaltaram e a questão teve que ser mediada pelo Ten. PM Amorim e pelo Presidente da Associação dos Policiais do Seridó, Cabo João Batista. Depois de muito relutar, o delegado, enfim, resolveu ceder e lavrar o flagrante. Ainda segundo o SD Aderlan, Dr. Getúlio chegou a ser áspero com ele.

5 comentários:

  1. ezequielemprestimoso problema que estes delegados se acham no direito de fazer o que eles querem cabem a nos que fazemos parte da segurança publica e saber cobrar se este delegado nao quis fazer os procedimentos e ficar com o infrator na delegaçia e chamar a midia local e fazer uma denuncia e levar o caso ate a corregedoria nao podemos e ficar de braços cruzados

    ResponderExcluir
  2. É muito reprovável a atitude desse delegado que tem o dever legal de encaminhar esse caso a justiça...Delegado "Omisso".

    ResponderExcluir
  3. O Dr. Getúlio é gente boa, não é arrogante não. O problema dele é a preguiça, que não deixa ele trabalhar.

    ResponderExcluir
  4. hoje ele trata mal o pm,amanhã tá solicitando apoio a pm para conter fugas,rebeliões,ou outro tipo de incidentes que sempre ocorrem nestas delegacias,principalmente nestas tão mal gerênciadas como a desse delegado em questão. parabéns aos pms que não se omitem,e muito menos se intimidam com esse tipo de pressão besta.baixar a cabeça jamais!!!
    desta forma fica díficil se falar em integração entre as polícias.

    ResponderExcluir
  5. ISSO É O QUE DÁ TA VENDO? DAR ASAS A COBRA. UM REPRESENTANTE DA SEGURANÇA PÚBLICA QUE ESTA ALI PARA NADA MAIS NADA MENOS SERVIR A SOCIEDADE SEJA ELA RICA, POBRE OU MISERÁVEL. SENTINDO-SE O MAIOR DE TODOS OS SERES, UM CARA QUE GANHA BEM E NÃO QUER FAZER JUS AO SEU SALÁRIO COM UMA ESTORIA DE QUE A JURISDIÇÃO BLÁ, BLÁ, BLÁ... SE ELE FOSSE UMA CARA QUE GOSTASSE DE TRABALHAR E NÃO SÓ USURPAR FARIA TAL PROCEDIMENTO CALADINHO POIS É SEU SERVIÇO E MANDAVA ESSA FRESCURA PRA CASA DA MÃE DE PANTANHA. POR ISSO QUE SOMOS REVOLTADOS COMO CIDADÃO.

    O MUNDO TA UMA ME$%#@DA MESMO, IMAGINE COMO AS COISAS ESTÃO SÓ FALTA AGORA COMEÇAREM A COBRAR IPTU DA CASA DO CAR%$#&*¨LHO.

    ResponderExcluir