PROMOTORA DENUNCIA FALTA DE POLICIAMETO NO ALTO OESTE POTIGUAR

Cabo Heronides, APM/RN
Agradecemos o Ministério Público por intervir e cobrar da Polícia Militar o número de policiais lotados nas cidades do Alto Oeste Potiguar.

Foi tomando por base o elevado número de ocorrências na região devido à ineficiência do policiamento preventivo e ostensivo, que o MP decidiu intervir.
“Como conseqüências, poderemos ter em nossos municípios não apenas um quantitativo de efetivo suficiente para oferecer um bom serviço a sociedade, más principalmente tornar o serviço seguro para os policiais que estiverem lotados em tais cidades”.
Promotora Patrícia Antunes
A Promotora de Justiça Patrícia Antunes instaurou um inquérito civil que pretende colher informações sobre o reduzido número de policiais militares lotados no 7º Batalhão de Polícia Militar.

Ela fixou o prazo de dez dias para que o Comando Geral da Polícia Militar prestes os seguintes esclarecimentos: o número de efetivo da Polícia Militar vinculado ao 7º BPM de Pau dos Ferros com os respectivos nomes e patentes, relacionados por unidade de lotação (destacamento, pelotão).

Também a relação dos policiais militares lotados no 7º BPM cedidos a outros órgãos, indicando quais são esse órgãos; cópia de norma estadual ou diretriz, porventura existente, a respeito do número mínimo de policiais militares de acordo com o tipo de unidade militar ou quantidade populacional; o número total do atual efetivo da Polícia Militar do RN e sua distribuição, em números, nos Municípios; e relação dos policiais militares lotados no 7º Batalhão de Polícia Militar afastados por licença médica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário