JUIZ DECRETA PRISÃO PREVENTIVA DE PMS QUE ATIRARAM EM ADOLESCENTE EM MANAUS/AM

O juiz plantonista criminal Antonio Bismarck Leite decretou, na tarde desta quinta-feira (24), a prisão preventiva dos sete policiais militares da Força Tática que no dia 17 de agosto de 2010, agrediram, humilharam e atiraram contra um adolescente de 14 anos.

De acordo com o despacho do magistrado, a preventiva foi em acordo com a “brutalidade e violência das imagens que toda a sociedade assistiu”. “Para nos acautelarmos de qualquer investida contra a conveniência da instrução processual criminal; pela periculosidade dos indiciados, e para manter a segurança da aplicação da lei penal”, explicou o magistrado ao sustentar a decisão pela prisão dos PMs.


As prisões preventivas foram em favor de André Luiz Castilhos Campos, Wesley Souza dos Santos, Rosivaldo de Souza Pereira, Marcos Teixeira de Lima, Wilson Cunha, Alexandre Souza Santos e do cabo Janderson Bezerra.

Todos já estavam presos administrativamente desde a quarta-feira (23).

Fonte: acritica

4 comentários:

  1. ESSSES POLICIAIS DE MANAUS SÃO BANDIDOS FARDADOS, É PARA SEREM EXPULSOS DA CORPORAÇÃO E PERMANECEREM PRESOS, FIQUEI COM O CORAÇÃO PARTIDO EM VER AQUELA CENA, FOI ÓTIMA A DECISÃO DO JUIZ, E QUE SEJA FEITA JUSTIÇA DE ACORDO COM A LEI, PARA QUE SIRVA DE EXEMPLOS COM OUTROS TIPOS DE POLICIAIS QUE PRATICAM CERTOS ABSURDOS...

    ResponderExcluir
  2. Só se deve atirar em legítima defesa ou seja, quando estiver numa situação que realmente o policial estiver correndo perigo. Independente do adolescente ser um deliquente, não justifica ter agido da forma que o policial agiu, e mostrou completo descontrole emocional e falta de preparo profissional. Tem que atirar em bandidos, apenas em bandidos...

    ResponderExcluir
  3. Desconheço, que um policial com mais de 10 anos de rua já não tenha passado por situações pelo menos parecidas como as que aconteceram com estes policiais de Manaus. No entanto,é do conhecimento de todos, que, o policial deve agir dentro das balizas definidas em lei, alinhado com o propósito firme de ser um agente defensor da dignidade da pessoa humana, e, portanto nos usos de sua atribuição será penalizado pelo seu excesso.

    Mas, alguém sabe me dizer o que era que aquele“ANJO DO DIVINO ESPÍRITO SANTO” estava fazendo de 1:38 da madrugada em uma quebrada daquela?

    coisa boa com certeza não era, ou seja, cada ocorrência é uma ocorrência.

    ResponderExcluir
  4. O infeliz do adolescente era de algo tão ruim que sofreu 4 disparos no tórax e 1 na mão e resultado,saiu andando nem mancava,está vivinho se fosse um policial ah meu amigo era falecimento certo,isso é o chamado grupo de extermínio,ninguem mostrou que aquele adolescente já atirou na polícia em outra ocasião não é mesmo?

    ResponderExcluir