COMANDO DA PM APURA DENÚNCIA DE MAUS TRATOS COM ALUNOS SOLDADOS DE MOSSORÓ

O comandante Geral da Polícia Militar, coronel Francisco Araújo informou que já tomou as devidas providências para a investigação de denúncias de que estaria havendo situações de maus tratos contra alunos soldados em treinamento da polícia militar de Mossoró.

“Já designamos o comandante do Policiamento do Interior, cel. Reinaldo para ir a Mossoró apurar se houve alguma situação de excesso. Em caso de veracidade da denúncia, os responsáveis serão cobrados”, afirmou o coronel Araújo.

O tenente coronel Eliezer, comandante do 2º BPM de Mossoró se pronunciou através de uma nota. 
"Quero expressar que, como Comando da PMRN e as doutrinas da instituição, também não admito maus tratos a nenhum colega de trabalho, bem como tratamento desumano, principalmente com aqueles que estão em formação.

A denúncia será investigada e os abusos, caso venham a ser comprovados, serão disciplinados dentro do que prescreve a legalidade vigente.

No entanto, algumas questões, tais como serviço dos Al Sd PM são internos, acompanhados por efetivo devidamente monitorado, que serve como aprendizado às adaptações das jornadas de trabalho desenvolvidos pela Polícia Militar.

No aquartelamento, este trabalho desenvolvido pelos Al Sd tem o caráter mais pedagógico do que efetivamente de segurança do aquartelamento, que é de responsabilidade da Guarda específica e que funciona diuturnamente nos quartéis da PM. 

Somos gratos pela denúncia, pois somente com a participação de todos consiguiremos excelência no nosso existir. Grato, TC ELIEZER”
Fonte: DN Online e o Câmera

2 comentários:

  1. O TC El... é um comandante a altura de qualquer unidade da PM RN. Acredito que se fatos dessa natureza tenham acontecido, não voltarão a se repetir.
    A formação no nosso País passa por uma transformação social grande. Sabemos que o trabalho polícial é arduo, cansativo, chegando a ser por vezes injusto com seus profissionais. O trabalho policial cobra de seus agentes preparo psicologico, força e inteligência...então.. vamos ser inteligêntes.

    ResponderExcluir
  2. Não existe mal trato maior do que estar morando em outra cidade e não receber o salário que lhe é de direito e não ter o alimento que o estatuto da policia rege como direito do policial em atividade isso sim é um mal trato, mas um gás pimenta, uma corridinha, ou fazer um boneco isso não é mal trato nenhum, pois, quando um policial é mal formado e não consegue corresponder com o que a profissão exige a sociedade é a primeira a cobrar.
    PRECISAMOS MESMO É DE NOSSOS SALARIOS E ALIMENTO NO QUARTEL...
    Al-Sd-PM

    ResponderExcluir