DELEGACIAS DO RN SÃO CITADAS EM MATÉRIA DO FANTÁSTICO

Pelo menos duas delegacias do interior do Rio Grande do Norte foram citadas em matéria veiculada neste domingo, na edição da revista eletrônica Fantástico, da rede Globo de Televisão. A matéria fazia uma análise das situações de delegacias pelo país. As de Goianinha e a de Nova Cruz foram qualificadas pela produção do programa como "péssimo estado".

"No Rio Grande do Norte também faltam delegados. O de Nova Cruz, por exemplo, responde por 22 municípios que juntos têm quase 260 mil habitantes. Fomos a uma dessas cidades: em Goianinha, de 22 mil moradores, nem sinal do delegado", citou a matéria, completando em seguida com uma declaração de um chefe de investigação. “Se tiver flagrante todo dia, todo dia ele tem que vir. Senão, ele passa duas, três vezes por semana, até pelo número de cidades que ele responde”, conta o chefe dos investigadores, Alex Gama em entrevista ao programa.

“Estamos agora no aguardo de contratação de cerca de 80 delegados, 120 escrivães e 300 agentes”, diz o delegado-geral do Rio Grande do Norte, Ronaldo Gomes, também em entrevista reproduzida em rede nacional. Esta semana, a produção do programa carioca esteve, além do Rio Grande do Norte, na Bahia e em Minas Gerais. As delegacias baianas foram consideradas as de estágio pior.

“Nós temos que enfrentar essa realidade, com mais investimentos, com uma atuação integrada do poder Legislativo, Executivo e Judiciário”, declarou Maria do Rosário, ministra-chefe da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, após ver as imagens levadas ao ar péla Globo. A Ordem dos Advogados do Brasil vai encaminhar uma denúncia para organizações internacionais de direitos humanos, com todos os flagrantes obtidos pelo Fantástico.

“Ser mal atendido em uma delegacia de polícia está sinônimo de uma coisa normal, e isso não pode acontecer, seja preso ou não, esteja dentro da delegacia ou fora da delegacia”, afirma Jayme Asfora.

Fantástico flagra o descaso nas delegacias brasileiras

Fantástico flagra grávida e menores em delegacia no interior da Bahia

Fonte: Dnonline

Nenhum comentário:

Postar um comentário