>>> O PREÇO DA NOSSA DIGNIDADE


Em tempos remotos, e que já até fogem de nossa percepção enquanto componentes do mundo pós-moderno, a burguesia econômica, que também detinha (como detém) o poder político desta província, sentiu necessidade de sentir-se segura. Assim criou a milícia. Uma espécie de guarda real, que estava para a subserviência aos caprichos da família imperial, como de seus apadrinhados e aderentes.

Passados os séculos a família real já respira ares do inferno. Mais a burguesia econômica, ainda detém o poder político e a milícia ainda é peça decorativa de sua parede e ainda se esmera ao cumprimento de seus anseios, necessidades e caprichos tendo como parâmetro balizador de suas ações a subserviência e a criadagem.

Para alguns muitos ignorantes, a policia militar é sinônimo de força e moralidade. Para nós que estamos vendo-a de dentro e amargando os dissabores da vassalagem, e dia após dia, servindo-nos de fantoches e marionetes ridículos, manipulados por corruptos e desmoralizados, que se têm algum interesse é em favorecer a cúpula de roedores que se alimentam constantemente do erário publico o tornando sesmaria particular de imbécís e incapazes mal-intencionados ela (nossa corporação) não passa de uma peça precária de uso privado das elites políticas desse estado.

Os “COMANDOS” são meros trunfos políticos, que os algozes guardam na manga, para quando necessário, manipularem melhor o estrelato opaco, que faz o papel principal no filme e muitas vezes tornam-se bandidos ao invés de mocinhos. Quem não “dançar” conforme a música, dança.

Tempos piores que os do cangaço virguliniano. Destacamentos policiais comandados por eleitores de A ou de B. Sem comunicação, sem armamento, sem viatura, sem peças humanas, sem moral, sem vergonha, sem futuro... Bandido que vota em DR. FULANO DE TAL estará isento dos rigores da lei. Baderna, anda armado, desafia a polícia, fere os direitos de outrem e se abordados ainda ameaçam: SABE COM QUEM ESTÀ FALANDO? E depois disso comungam a hóstia santa da sem-vergonhice com policia e justiça, e muito obrigado!

São os míseros quatrocentos ou quinhentos reais que um “pau-mandado” recebe para fingir que comanda, somados aos cem ou cento e cinqüenta reais que se oferta mensalmente aos viciados na propinagem que pagam a dignidade de um agente de segurança?

Até quando vamos amargar o tráfico de influência, o assédio moral, o abuso de autoridade, a perseguição política dos analfabetizados, a imoralidade de se ter que fazer o errado em detrimento do certo, para agradar quem quer que seja, por que esse está tomando para si, responsabilidades que são caracteristicamente dos nossos comandantes e dos nossos governantes em um ou outro caso?

Quanto vale a sua dignidade de policial militar?

Cem reais que você recebe escondido no final do mês de seu prefeito, e mais alguns litros de gasolina para sua moto que você consegue junto som o seu comandante desviar do tanque da viatura?

E depois você ainda vai reclamar que esse ou aquele desmanchou o serviço certo que você fez?

São eles que estão errados, ou somos nós que nos submetemos a esses absurdos e ainda disputamos vaga no mercado da propina quando essas aparecem?

Será que o policial que se submete a trabalhar sozinho numa cidade violenta ou não, simplesmente por que sozinho, diz ele, não fará nada além de dormir, tem moral suficiente para cobrar uma postura ética diferente dos que gerenciam essa Sodoma?

Transformar é preciso. E precisa se iniciar de nossas próprias posturas. Onde estão os lideres? Será que escondidos atrás de alguma benesse? Ou tolhidos pelo medo de perseguidos, serem transferidos para a “tromba do elefante”?

Ora... Não sejamos hipócritas! Estamos dominados por uma máfia violenta chamada de burguesia, mar para onde concorrem todas as águas límpidas e potáveis que se tem conhecimento, diga-se, com nossa aceitação. E para nós os honestos apenas a cacimba suja da impunidade e da indiferença.

MARCOS ANTONIO DE LIMA TEIXEIRA – CB. PM – SOCIÓLOGO E PENSADOR.


COMENTÁRIO DO CABO HERONIDES

Este texto está tendo bastante repercussão dentro dos quartéis, batalhões e companhias. Depois que o mesmo foi divulgado. O Cabo Teixeira está respondendo uma sindicância, pelo motivo de expor a realidade e a verdade da Segurança Pública do Estado.

O Cabo Teixeira é um cidadão brasileiro honesto, sincero e inteligente. Utilizou o direito da liberdade de opinião e expressão garantido na constituição federal. Sem utilizar do anonimato que outros fazem questão de empregar.

Em nenhum momento o policial denegriu a imagem de outro sendo esse praça, oficial ou político, apenas relatou a verdade do sistema maquiador existente na Segurança Pública em especial na Polícia Militar.

Cabo Teixeira parabéns pela coragem. Desejo-te bastante força neste momento de perseguição que você está sofrendo. É natural da Polícia Militar utilizar deste artifício injusto quando a realidade é divulgada a todos.

A verdade é que a Polícia Militar não estava pronta para receber nestes últimos anos pessoas qualificadas e de olhos abertos. Guerreiros da luta contra o sistema corrompido e defensores de uma segurança pública de qualidade para a sociedade.

Peço a todos que comentem esta postagem e enviem mensagens de apoio ao colega!

12 comentários:

  1. venho apoia as palavras do cb.ele sim faz por merece as divisas,e os que opesequem são olavados e coruptus q vazem parte da "nobre policia militar" sd misael

    ResponderExcluir
  2. Meus parabéns pela não só pela coragem, mas pela qualidade do texto escrito, contendo a mais pura realidade....
    Isso demonstra que os praças não são mais os mesmos, seu nível subiu e é por isso que merecemos a PEC300.

    ResponderExcluir
  3. que belos versos de agonia e cinseridade, parabéns cabo texeira, com essas linhas de emoção demonstrou seu valor e cuspiu pura realidade, acabou o tempo em que simplesmente devemos aceitar, temos que expressar nossos pensamentos sim, força, muita força mesmo,que deus te abençoe...

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Em tempo de democracia querem cessar o pesamento de homem tirando o direito de liberdade e expressão,pois não te calas companheiro perante a verdade somente a verdade,inteligencia carater, é a dignidade de homem livre e pensador como você parabens.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Cabo Teixeira pela coragem de dizer esta verdade incisiva de maneira tão brilante que incomodará a muita gente. A tropa está de alma lavada com seu discursso, pois o senhor disse o que estava engasgado na garganta da tropa há muitas décadas. E parabéns ao Cabo Heronides, homem de muita coragem também, que criou esse espaço democrático, sem o qual não estaria sendo possível essa troca de informações. Até quando alguns comandantes e nós praças aguentaremos calados tudo que o comando nos impõe sem nos prover os meios? Dia 23 daremos nossa resposta e mostraremos nosso valor. Deus não permitira que os senhores sejam perseguidos!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia a todos! Analisando o texto não vi nele, nomes de políticos, praças, oficiais nem mesmo de nenhuma unidade especifica. Quando abro jornais, ligo minha TV ou mesmo leio noticias na Internet, vejo pessoas chamando o Presidente do Brasil de ladrão, analfabeto, alcolatra, Corrupto. Veja só, o Presidente da Repúblicaaa!!!! Quando um policial fala de forma vaga sobre um assunto simples e cotidiano é motivo de alvoroço. Acho improvável que se venha a apurar um fato irrelevante desses. Acredito que a liberdade de expressão tão falada no nosso País Democrático de direito não afete a vida de suas AUTORIDADES. Existia escravidão no Brasil e existe escravidão até hoje. Existia pessoas que se apossavam de bens alheios e que hoje são vistos como hérois. O próprio lampião é visto pela maioria da população brasileira como um herói nordestino. Um homem que matava sem compaixão, que roubava, que sequestrava e destruia cidades com seu bando... esse é um dos heróis do cenário brasileiro. A inversão de valores do nosso País.
    Por fim, torço para que os comandantes relevem os pensamentos de seus comandados que desejam só expressar e extravasar seus pensamentos como um escritor expressa-se em seus livros.
    Um abraço a todos e que todos sigam os bons exemplos.
    Porque um homem sem LIBERDADE não é um homem, e sim, um escravo.

    ResponderExcluir
  9. Já dizia um grande pessador: "O que mais temo não é o grito dos corruptos, mas sim o silêncio dos honestos".
    Me congratulo com o cabo pela coragem de se expor e falar a verdade. Verdade dita sem ofender a "A" ou a"B", sem citar nomes, embora imagino que conheça várias pessoas para quem a carapuça serviu. Parabéns pela coragem!
    Vivemos em um Estado democrático de Direito, no qual é assegurado ao cidadão o direito de expressar suas opiniões, sendo vedado apenas o anonomato.
    Destarte, Que infração cometeu o nobre policial ao falar o que pensa? não assinou ele o seu texto, despindo-se do anonimato combatido pela Constituição Federal? ou o fato de ser policial militar fere de morte a sua qualidade de cidadão protegido pelo manto constitucional?
    Me entristeço em saber que, em plena democracia, da qual a liberdade é corolária, alguém é perseguido por exercer o seu direito de liberdade de exprssão, falando a mais critalina verdade.
    A final, a que se deve obedecer? a mandamentos legais ou a vontades de homens?
    Parece-me que muitos precisam conhecer a celebre frase de Voltaire: "Posso não concordar com uma palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-las".
    Mais uma vez, NOBRE CABO, fica aqui os meus parábéns e o meu apoio.

    ResponderExcluir
  10. Explêndido texto q retrata a "sujeira" institucional,a falta de valores éticos e humanos,e respeito ao próximo,apoio meu amigo Teixeira,e como sempre digo:vivemos em uma sociedade,hipócrita,racista,preconcituosa,discriminatória e corrupta onde os verdadeiros valores são sucumbidos aos prazeres de poucos "poderosos".Temos uma lei retrograda onde dizem q temos liberdade de expressão e somos proibidos de expressarmos nossas opiniões,VIVA O BRASIL,VIVA ESSE PAÍS DAS MARAVILHAS.

    ResponderExcluir
  11. Mais uma vez a constitição brasileira é desrespeitada em seu artigo 5º.Deve-se recorrer ou ser feita defesa.81

    ResponderExcluir
  12. Excelente o texto!!! O mais gozado é que todos sabemos de tudo o que está expresso no texto. Do soldado mais moderno ao Coronel mais antigo. Todos sabemos sobre a corrupção que tem dentro da GLORIOSA mas ninguém faz NADA!!! Acho que o Comandante deve ter coisa mais importante pra se preocupar!!!
    Tens o meu apoio, sempre, Cb Texeira.
    Esta luta tbém é minha...!!!
    Itamar.
    itamar701@gmail.com

    ResponderExcluir